F1: Lewis Hamilton vence em Silverstone

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu neste domingo (06/07), o GP da Inglaterra, em Silverstone, nona etapa da temporada. Foi a quinta vitória de Hamilton no ano. O finlandês Valtteri Bottas (Williams) e o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) completaram o pódio.

Logo na volta inicial, um acidente entre o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) e o brasileiro Felipe Massa (Williams), paralisou a prova em bandeira vermelha. Saindo do final do pelotão, Raikkonen perdeu o controle do carro, foi para a grama, com o desnível entre a área de escape e a pista, voltou rodando.

Massa, que se atrasou na largada (não conseguiu engatar a primeira marcha) caindo para último, ainda tentou evitar o choque, freando. Mas acertou a Ferrari no meio. Raikkonen acertou com força o guard-rail, que ficou danificado. O finlandês foi levado para o Centro Médico, saindo ileso da forte batida.

Massa, completando o seu 200º GP, não teve como realinhar para a relargada.

Quase uma hora depois (os guard rails tiveram que ser reparados após a batida de Raikkonen), aconteceu a relargada. Pole-position, Rosberg manteve a ponta, seguido pelo britânico Jenson Button (McLaren) e Hamilton. Pouco depois, Hamilton superou Button, pelo segundo lugar.

Nas primeiras voltas, Rosberg abriu uma vantagem de mais de cinco segundos para Hamilton. Mas a partir da 10ª volta, a diferença começou a cair volta a volta. Rosberg reclamou pelo rádio, que tinha problemas de câmbio.

Rosberg foi para os boxes, para o primeiro pit stop, na 19ª volta. Hamilton assumiu a liderança. O britânico entrou nos pits seis voltas depois, com a equipe perdendo tempo com o pneu traseiro esquerdo.

Rosberg era novamente o líder com quatro segundos de vantagem. Contudo os problemas com a caixa de marchas do carro do alemão eram sérios, e na 29ª volta, Rosberg encostou o carro fora da pista, e abandonou. Foi o primeiro abandono de Rosberg, após três vitórias e cinco segundos lugares no na.

Hamilton era o líder, seguido por Bottas, que fazia uma grande prova após largar da 14ª posição, seguido por Ricciardo e Button.

Alonso, depois de cumprir uma punição de cinco segundos por alinhar na posição errada no grid, vinha em 5º, com o alemão Sebastian Vettel colado em sua traseira. Os dois então passaram a protagonizar a maior disputa da prova.

Na 42º volta, Hamilton fez a sua segunda parada nos boxes. Entrou nos boxes e saiu sem perder a liderança.

Alonso e Vettel duelavam lado a lado pela quinta posição, com os dois chegando a se tocar de leve. Na 48 volta, finalmente Vettel passou o espanhol na reta principal e rapidamente abriu vantagem.

Hamilton venceu em frente a sua torcida. Foi a sua 27º vitória na categoria, a segunda na Inglaterra (2008 e 2014). Bottas conquistou o seu segundo pódio consecutivo. Ricciardo fechou o pódio.

Button, que correu com um capacete roda em homenagem ao pai (falecido em janeiro), tentou o pódio nas voltas finais, recebendo a bandeirada colado em Ricciardo.

Vettel foi quinto, seguido por Alonso. O dinamarquês Kevin Magnussen (McLaren), o alemão Nico Hulkenberg (Force India) e a dupla da Toro Rosso, o russo Daniil Kvyat e o francês Jean-Eric Vergne fecharam a zona de pontos.

Rosberg lidera o campeonato com 165 pontos, quatro a mais do que Hamilton. Ricciardo, com 98, é o terceiro.

A próxima etapa, o GP da Alemanha, acontece no dia 20 de julho.

Final:

1. Lewis Hamilton Mercedes-Mercedes 52 voltas em 2h26m52s094
2. Valtteri Bottas Williams-Mercedes +00m30s1
3. Daniel Ricciardo Red Bull-Renault +00m46s4
4. Jenson Button McLaren-Mercedes +00m47s3
5. Sebastian Vettel Red Bull-Renault +00m53s8
6. Fernando Alonso Ferrari-Ferrari +00m59s9
7. Kevin Magnussen McLaren-Mercedes +01m02s5
8. Nico Hulkenberg Force India-Mercedes    +01m28s6
9. Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault +01m29s3
10. Jean-Eric Vergne Toro Rosso-Renault +1 volta
11. Sergio Perez Force India-Mercedes +1 volta
12. Romain Grosjean Lotus-Renault +1 volta
13. Adrian Sutil Sauber-Ferrari    +1 volta
14. Jules Bianchi Marussia-Ferrari +1 volta
15. Kamui Kobayashi Caterham-Renault +2 voltas
16. Max Chilton Marussia-Ferrari+2 voltas
17. Pastor Maldonado Lotus-Renault +3 voltas

Abandonos:

Nico Rosberg Mercedes-Mercedes 28 voltas
Marcus Ericsson Caterham-Renault 11 voltas
Esteban Gutierrez Sauber-Ferrari 9 voltas
Felipe Massa Williams-Mercedes 1 volta
Kimi Raikkonen Ferrari-Ferrari 0 volta

Volta mais rápida:

Lewis Hamilton    Britain Mercedes-Mercedes 1m37s176 na volta 26

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *