F1: Lewis Hamilton vence GP da Bélgica

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu neste domingo (23/08), o GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, na Bélgica, 11ª etapa da temporada. Foi a sexta vitória de Hamilton no ano. O alemão Nico Rosberg completou a dobradinha da Mercedes. O francês Romain Grosjean (Lotus) terminou em terceiro.

Foto: Click em Slide (fotos FIA)

A largada foi abortada, devido a um problema com o carro do alemão Nico Hulkenberg (Force India). O alemão não largou. O espanhol Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso) também teve problemas, com o carro sendo levado para os boxes, onde o piloto largou.

Na segunda largada, Hamilton, alinhando na pole, manteve a ponta, seguido pelo mexicano Sergio Pérez (Fosse India) que saiu da quarta posição, o australiano Daniel Riicciardo (Red Bull), Rosberg, que perdeu duas posições, o finlandês Valtteri Bottas (Williams) e o alemão Sebastian Vettel (Ferrari).

Saindo da sétima posição, o venezuelano Pastor Maldonado (Lotus) abandonou com problemas mecânicos logo nas primeiras voltas.

Ricciardo, na oitava, e Pérez, na nona volta, foram os primeiros dos ponteiros a entrar nos boxes, para a troca de pneus. Rosberg fez a parada na 13ª volta, voltando a pista a frente de Pérez. Na seguinte, Hamilton parou nos pits.

A Williams errou durante a parada de Bottas (colocou pneus três pneus macios e um médio), com o finlandês sendo punido com um Drive-through.

Grosjean supera Ricciardo e Pérez, assumindo o terceiro lugar. Pouco depois, na 21ª volta, Ricciardo ficou lento na saída da Bus Stop, e abandonou. O Safety-Car Virtual foi acionado.

Na segunda parada nos boxes, Hamilton entrou primeiro, na 31ª volta. Rosberg liderou uma volta, e entrou nos boxes, com Hamilton reassumindo a liderança. 

Vettel, com apenas uma parada nos boxes na 14ª volta (trocou os pneus macios para os médios), vinha em terceiro lugar, sendo perseguido por Grosjean.

Com as Mercedes tranquilas na frente, a perseguição de Grosjean a Vettel e as disputas pelas posições intermediarias na zona de pontos, movimentaram as voltas finais.

Na penúltima volta, o pneu traseiro direito de Vettel estourou, deixando Grosjean em terceiro lugar.

Hamilton recebeu a bandeirada com dois segundos de vantagem sobre Rosberg. Grosjean, distante 37 segundos, fechou o pódio (o seu primeiro desde o GP dos EUA de 2013)

O russo Daniil Kvyat (Red Bull) foi o quarto, seguido por Pérez. O brasileiro Felipe Massa (Williams) terminou em sexto.

Após ter problemas no treino classificatório e não passar da Q2, o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) foi o sétimo, seguido pelo holandês Max Verstappen (Toro Rosso). Na volta final, o jovem holandês superou Raikkonen, mas cometeu um erro logo depois, com o Campeão Mundial de 2007 recuperando a posição.

Bottas e o sueco Marcus Ericsson (Sauber) completaram a zona de pontos. O brasileiro Felipe Nasr (Sauber) terminou na 11ª posição.

Hamilton lidera o campeonato com 227 pontos, 28 a mais do que Rosberg. Vettel é o terceiro com 160. Massa e Raikkonen estão empatados em quarto com 82 pontos.  Nasr com 16 ocupa a 12ª posição.

Final:

A próxima etapa, o GP da Itália, em Monza, acontece no dia 06 de setembro. 

1. Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes 43 voltas em 1h23m40s387

2. Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes +02.058s 

3. Romain Grosjean FRA Lotus-Mercedes +37.988s 

4. Daniil Kvyat RUS Red Bull-Renault +45.692s 

5. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +53.997s 

6. Felipe Massa BRZ Williams-Mercedes +55.283s 

7. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +55.703s 

8. Max Verstappen NED Toro Rosso-Renault +56.076s 

9. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +1m 01.040s 

10. Marcus Ericsson SWE Sauber-Ferrari +1m 31.234s 

11. Felipe Nasr BRZ Sauber-Ferrari +1m 42.311s 

12. Sebastian Vettel GER Ferrari-Ferrari +1 volta

13. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda +1  

14. Jenson Button GBR McLaren-Honda +1 

15. Roberto Merhi ESP Manor-Ferrari +1 

16. Will Stevens GBR Manor-Ferrari +1 

Abandonos:

Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Renault 33 voltas

Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault 19 

Pastor Maldonado VEN Lotus-Mercedes 1 

Nico Hulkenberg GER Force India-Mercedes não largou

Volta mais rápida:

Nico Rosberg GER Mercedes-Mercedes 1m 52.416s na volta 34

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *