F1: Lewis Hamilton vence GP da Itália

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu neste domingo (02/08) o GP da Itália, no Circuito de Monza, 14ª etapa da temporada. Foi a sexta vitória de Hamilton no ano, e 68ª na categoria. Os finlandeses Kimi Raikkonen (Ferrari) e Valtteri Bottas (Mercedes) completaram o pódio.

Hamilton assumiu a ponta faltando oito voltas para o final, ao ultrapassar Raikkonen, por fora na segunda chicane. Nas voltas finais o britânico abriu uma confortável vantagem, cruzando a linha de chegada com 8s7 de frente sobre Raikkonen, que alinhou na pole-position. Bottas fechou o pódio.

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) fez uma prova de recuperação. O alemão tentou ultrapassar Hamilton na Chicane Roggia, com os carros se tocando. Vettel rodou, e com asa dianteira danificada, foi obrigado a entrar nos boxes.

F1: Lewis Hamilton vence GP da Itália

Um toque entre o sueco Marcus Ericsson (Sauber) e o neozelandês Brendon Hartley (Toro Rosso) na largada, provocou a quebra da roda dianteira direita de Hartley. Com o carro parado na lateral direita da pista, o Safety-Car foi acionado. O que acabou ajudando Vettel. A prova recomeçou na quarta volta.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) cruzou a linha de chegada em terceiro, mas foi punido com o acréscimo de cinco segundos no tempo, por um incidente com Bottas, que foi jogado para a grama. Caindo para a quinta posição.

O francês Romain Grosjean (Haas) terminou em sexto, seguido pelo francês Esteban Ocon (Force India), mexicano Sergio Pérez (Force India), o espanhol Carlos Sainz (Renault) e o canadense Lance Stroll (Williams).

Raikkonen liderou 28 voltas, Hamilton 18 e Bottas sete.

Hamilton lidera o campeonato com 256 pontos, seguido por Vettel com 226 e Raikkonen com 164.

A próxima etapa, o GP de Cingapura, no Circuito de rua de Marina Bay, no dia 16 de setembro.

Grosjean desclassificado

Após a prova Federação Internacional de Automobilismo (FIA) aceitou uma reclamação da Renault e desclassificou Grosjean, que havia terminado em sexto lugar. O motivo da desclassificação foi uma irregularidade no assoalho do carro.

Assim Ocon passou para a sexta posição, seguido por Pérez, Sainz, Stroll e o russo Sergey Sirotkin (Wiliams), que conquistou o seu primeiro ponto na categoria.

Final:

1 Lewis Hamilton Mercedes 53 voltas em 1h16m54.484s
2 Kimi Raikkonen Ferrari a 8.705s
3 Valtteri Bottas Mercedes a 14.066s
4 Sebastian Vettel Ferrari a 16.151s
5 Max Verstappen Red Bull/Renault a 18.208s
6 Esteban Ocon Force India/Mercedes a 57.761s
7 Sergio Perez Force India/Mercedes a 58.678s
8 Carlos Sainz Renault a 1m28.140s
9 Lance Stroll Williams/Mercedes a 1 volta
10 Sergey Sirotkin Williams/Mercedes a 1 volta
11 Charles Leclerc Sauber/Ferrari a 1 volta
12 Stoffel Vandoorne McLaren/Renault a 1 volta
13 Nico Hulkenberg Renault a 1 volta
14 Pierre Gasly Toro Rosso/Honda a 1 volta
15 Marcus Ericsson Sauber/Ferrari a 1 volta
16 Kevin Magnussen Haas/Ferrari a 1 volta

Abandonos:

– Daniel Ricciardo Red Bull/Renault 23 voltas
– Fernando Alonso McLaren/Renault 9 voltas
– Brendon Hartley Toro Rosso/Honda 0 volta

Desclassificado:

– Romain Grosjean Haas/Ferrari a 56.320s

Campeonato, pilotos:

1 Lewis Hamilton 256
2 Sebastian Vettel 226
3 Kimi Raikkonen 164
4 Valtteri Bottas 159
5 Max Verstappen 130
6 Daniel Ricciardo 118
7 Nico Hulkenberg 52
8 Kevin Magnussen 49
9 Sergio Perez 44
10 Fernando Alonso 44

Campeonato, construtores:

1 Mercedes 415
2 Ferrari 390
3 Red Bull/Renault 248
5 Renault 86
4 Haas/Ferrari 76
6 McLaren/Renault 52
8 Force India/Mercedes 32
7 Toro Rosso/Honda 30
9 Sauber/Ferrari 19
10 Williams/Mercedes 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário em “F1: Lewis Hamilton vence GP da Itália

  • 2 de setembro de 2018 em 15:59
    Permalink

    Uma das melhores corridas do Lewis Hamilton, simplesmente foi pra cima do Vettel na largada, depois em mais uma manobra ousada foi cima do Raikkonen e passou para vencer essa corrida, e logo na casa da Ferrari.

    Resposta