F1: Lewis Hamilton vence GP do Brasil

Campeão antecipado da temporada o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o GP do Brasil, em Interlagos, São Paulo, penúltima etapa da temporada. Foi a nona vitória de décima vitória de Hamilton no ano, e 72ª na categoria. O holandês Max Verstappen (Red Bull) e o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) completaram o pódio.

Pole-position Hamilton manteve a ponta até fazer o seu pit stop, na 19ª volta. O britânico colocou pneus médios, voltando na sexta posição.

F1: Lewis Hamilton vence GP do Brasil

Verstappen assumiu a liderança, retardando a parada nos boxes até a 35ª volta, quando colocou pneus macios. Voltando em terceiro, logo atrás de Hamilton. O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) assumiu a liderança provisória.F1: Lewis Hamilton vence GP do Brasil

Na 39ª volta Verstappen superou Hamilton, e com a parada de Ricciardo nos pits, reassumiu a ponta. O holandês abriu 8 segundos de vantagem, até ser abalroado pelo francês Esteban Ocon (Force India), que ocupava a 14ª posição, na descida do “S do Senna” na 44ª volta. Ocon levou um stop and go de dez segundos pelo incidente.

Hamilton passou, retomando a ponta, com Verstappen conseguindo voltar na segunda posição, 5s5 atrás de Hamilton.

F1: Lewis Hamilton vence GP do Brasil

Mesmo com o assoalho do carro danificado, Verstappen foi diminuindo volta a volta a vantagem de Hamilton, que tinha problemas de aderência no carro. Mas sem conseguir se aproximar o suficiente para tentar retomar a ponta.

Hamilton recebeu a bandeira quadriculada com 1s5 de vantagem sobre Verstappen. Raikkonen fechou o pódio.

Ricciardo terminou em quarto, seguido pelo finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) e o alemão Sebastian Vettel (Ferrari)

O monegasco Charles Leclerc (Sauber), o francês Romain Grosjean (Haas), o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) e o mexicano Sergio Pérez (Force India) fecharam a zona de pontos.

A Mercedes conquistou o título de construtores. O quinto consecutivo da equipe.

 A última etapa, o GP de Abu Dhabi, acontece no dia 25 de novembro.

Final:

1 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 71 voltas
2 – Max Verstappen (Red Bull-Renault) – 1″469
3 – Kimi Raikkonen (Ferrari) – 4″764
4 – Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) – 5″193
5 – Valtteri Bottas (Mercedes) – 22″943
6 – Sebastian Vettel (Ferrari) – 26″997
7 – Charles Leclerc (Sauber-Ferrari) – 44″199
8 – Romain Grosjean (Haas-Ferrari) – 51″230
9 – Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 52″857
10 – Sergio Perez (RP Force India-Mercedes) – 1 volta
11 – Brendon Hartley (Toro Rosso-Honda) – 1 volta
12 – Carlos Sainz (Renault) – 1 volta
13 – Pierre Gasly (Toro Rosso-Honda) – 1 volta
14 – Esteban Ocon (RP Force India-Mercedes) – 1 volta
15 – Stoffel Vandoorne (McLaren-Renault) – 1 volta
16 – Sergey Sirotkin (Williams-Mercedes) – 2 voltas
17 – Fernando Alonso (McLaren-Renault) – 2 voltas
18 – Lance Stroll (Williams-Mercedes) – 2 voltas

Abandonos:
Nico Hulkenberg (Renault) – 32 voltas
Marcus Ericsson (Sauber-Ferrari) – 20 voltas

Campeonato, pilotos:

1.Hamilton 383; 2.Vettel 302; 3.Raikkonen 251; 4.Bottas 237; 5.Verstappen 234; 6.Ricciardo 158; 7.Hulkenberg 69; 8.Perez 58; 9.Magnussen 55; 10.Alonso 50; 11.Ocon 49; 12.Sainz 45; 13.Grosjean 35; 14.Leclerc 33; 15.Gasly 29; 16.Vandoorne 12; 17.Ericsson 9; 18.Stroll 6; 19.Hartley 4; 20.Sirotkin 1.

Campeonato, construtores:

1.Mercedes 620; 2.Ferrari 553; 3.Red Bull-Renault 392; 4.Renault 114; 5.Haas-Ferrari 90; 6.McLaren-Renault 62; 7.RP Force India-Mercedes 48; 8.Sauber-Ferrari 42; 9.Toro Rosso-Honda 33; 10.Williams-Mercedes 7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *