F1: Lewis Hamilton vence GP do México

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu neste domingo (27/10) o GP do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez, 18ª etapa da temporada. Foi a décima vitória de Hamilton no ano e 83ª na categoria. O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) e o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) completaram o pódio.

Pole-position Leclerc manteve a ponta na largada, seguido por Vettel, o tailandês Alexander Albon (Red Bull) e o espanhol Carlos Sainz (McLaren).

Depois de ter a porta fechada por Vettel, Hamilton ficou lado a lado com o holandês Max Verstappen na primeira curva.   Os dois carros se tocaram, e saíram da pista, perdendo várias posições. Com vários pedaços de carros espalhados, o Safety-Car Virtual foi acionado. Após a prova, Hamilton mostrou os danos provocados na lateral de sua Mercedes, com os toques.

Twitter Fórmula 1

Na terceira volta a bandeira verde foi agitada. Leclerc liderava, seguido por Vettel, Albon, Sainz, Hamilton, o britânico Lando Norris (McLaren), Bottas, Verstappen, o francês Pierre Gasly (Toro Rosso) e seu parceiro de equipe, o russo Daniil Kvyat.

Na entrada do Foro do Sol Verstappen e Bottas se tocaram, com o holandês tendo o pneu traseiro direito furado. Verstappen foi para os boxes, caindo para a última posição.

Reprodução Twitter F1

Os pilotos que largaram com pneus macios começaram a entrar nos boxes. A McLaren errou na parada de Norris, deixando o pneu dianteiro esquerdo solto. O piloto parou na saída dos pits, sendo empurrado de volta para o pit. O piloto voltou a prova, mas em último. E abandonou na 48 ª volta.

Leclerc parou nos boxes na 16ª volta, colocando novamente pneus médios, deixando a liderança para Vettel.  Hamilton entrou nos boxes na 24ª volta, trocando os pneus médios pelos duros.

Vettel contrariou as ordens da Ferrari, e continuou na pista.  Com metade da prova disputada, Vettel se aproximou de retardatários, e quase acertou a traseira de Sainz, ao colocar uma volta no espanhol.  Na 37ª volta Vettel fez a sua parada, colocando pneus duros. Para ir até o final sem parar novamente.

Leclerc reassumiu a ponta, mas reclamando dos pneus dianteiros, retornou aos boxes na 43 volta. A equipe se enrolou na troca do pneu traseiro esquerdo, e Leclerc voltou apenas na quinta posição. Hamilton assumiu a ponta, seguido por Vettel.

Na 51ª volta o australiano Daniel Ricciardo (Renault) foi o último a parar nos boxes, para a troca de pneus.

Com um ótimo desempenho Hamilton manteve a ponta até o final, sem precisar fazer um segundo pit stop. Vencendo com 1s706 de vantagem sobre Vettel.

Foi a centésima vitória da Mercedes na F-1.

Bottas fechou o pódio, e conseguiu adiar a conquista do título de Hamilton.

Leclerc terminou em quarto, seguido por Albon e Verstappen. Para alegria da torcida, o mexicano Sergio Pérez (Racing Point) terminou em sétimo.

Riccardo, Gasly e o alemão Nico Hulkenberg (Renault) fecharam os dez primeiros. Na curva final Hulkenberg levou um toque de Kvyat, eu recebeu a bandeirada em nono. Mas depois da prova, os comissários puniram o russo com dez segundos, que caiu para a 11ª posição.

Hamilton lidera o campeonato com 363 pontos, seguido por Bottas com 289.

A próxima etapa, o GP dos EUA, em Austin, acontece no dia 03 de novembro.    

Final:     

1 44 Lewis HAMILTON Mercedes Mercedes 71 voltas em 1h36m48s904s (189.240 km/h)
2 5 Sebastian VETTEL Ferrari Ferrari +01.766s
3 77 Valtteri BOTTAS Mercedes Mercedes +03.553s
4 16 Charles LECLERC Ferrari Ferrari +06.368s
5 23 Alexander ALBON Red Bull Honda +21.399s
6 33 Max VERSTAPPEN Red Bull Honda +1m 08.807s
7 11 Sergio PEREZ Racing Point BWT Mercedes +1m 13.819s6
8 3 Daniel RICCIARDO Renault Renault +1m 14.924s
9 10 Pierre GASLY Toro Rosso Honda 70 voltas
10 27 Nico HULKENBERG Renault Renault 70 voltas
11 26 Daniil KVYAT Toro Rosso Honda 70 voltas
12 18 Lance STROLL Racing Point BWT Mercedes 70 voltas
13 55 Carlos SAINZ McLaren Renault 70 voltas
14 99 Antonio GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 70 voltas
15 20 Kevin MAGNUSSEN Haas Ferrari 69 voltas
16 63 George RUSSELL Williams Mercedes 69 voltas
17 8 Romain GROSJEAN Haas Ferrari 69 voltas
18 88 Robert KUBICA Williams Mercedes 69 voltas
ab 7 Kimi RAIKKONEN Alfa Romeo Ferrari 58 voltas
ab 4 Lando NORRIS McLaren Renault 48 voltas      

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *