F1: Lotus acha que tentativa de tirar pilotos da equipe é perda de tempo

As atuações do finlandês Kimi Raikkonen e do francês Romain Grosjean pela Lotus despertam o interesse de outras equipes, mas o chefe do time, Eric Boullier, assegura que os pilotos não deixarão a equipe. A dupla de pilotos rendeu 192 pontos no Mundial de Construtores, o que representa a terceira colocação no campeonato, apenas um ponto atrás da McLaren.

“É compreensivo o motivo dos outros times estarem interessados. Kimi e Romain estão indo muito bem nesta temporada”, destacou Boullier. No Mundial de Pilotos, Raikkonen soma 116 pontos, na quinta posição, e Grosjean tem 76, na oitava colocação.

A Lotus aposta na experiência do finlandês, que retornou a maior categoria do automobilismo depois de se dedicar por duas temporadas ao rali e no jovem Grosjean, uma promessa na Fórmula 1. “Para o Kimi, é como se ele nunca tivesse estado longe. Romain é um talento natural e está melhorando muito rapidamente”, exaltou o dirigente.

Por fim, Boullier declarou que os rivais interessados estão desperdiçando o tempo na tentativa de tirá-los do time. “É ótimo ver o interesse dos outros, mas, honestamente, eles provavelmente estão perdendo tempo”, opinou. “Não há motivos para Kimi ou Romain saírem e eu acho que os dois terão muito sucesso conosco”, encerrou.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *