F1: Lotus pode ter motores Renault antes do GP da Bélgica

De acordo com a revista francesa Autohebdo e a italiana Italia Racing, a Lotus, do malaio Tony Fernandes, pode concretizar acordo para receber motores Renault antes da próxima etapa do Mundial, que será realizada no dia 29 de agosto, em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Assim como a Virgin e a Hispania, outras novatas, e a Williams, de Rubens Barrichello, o time dos pilotos Heikki Kovalainen e Jarno Trulli utiliza motores Cosworth, mas a mudança para os propulsores franceses deve ocorrer em 15 dias.

Dessa forma, Lotus e Renault retomam uma parceria que já existiu entre 1983 e 1986, e ajudou o brasileiro Ayrton Senna a conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1, no GP de Portugal, em Estoril, em 1985.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *