F1: Lucas supera companheiro de equipe no primeiro dia de treinos livres em Mônaco

Mesmo utilizando versão antiga do VR-01, brasileiro coloca quase três décimo em Timo Glock e ainda espera por pequenas modificações no setup do carro para o treino classificatório.

As ruas do principado de Mônaco receberam nesta quinta-feira (13) o primeiro dia de treinos livres para a sexta etapa do Mundial de Fórmula 1. E depois de enfrentar um pequeno problema de câmbio na metade final da primeira sessão, Lucas Di Grassi (Clear, Sorocred, Locaweb, Eurobike, Schioppa) mostrou bom ritmo, superando, inclusive, seu companheiro de equipe, o alemão Timo Glock, em três décimos de segundo. Mesmo utilizando a versão antiga do VR-01 (com tanque de combustível menor), Lucas fechou a quinta-feira com o 20º tempo do dia.
Lucas também superou dois carros da Hispania e um da Lotus. “Foi um bom dia de treinos hoje. Enfrentamos um problema no câmbio durante a primeira sessão, o que nos impossibilitou de realizar um alto número de voltas. Conseguimos arrumar tudo para a segunda e o carro, mesmo sendo a versão antiga do VR-01, se mostrou mais competitivo”, declarou o piloto, que totalizou 56 voltas no primeiro dia de atividades em Mônaco.
Apesar de Glock utilizar a nova versão do chassi da Virgin, Di Grassi acredita que a diferença entre eles não deverá ser grande durante a tomada de tempos, que será realizada neste sábado (15). “A diferença entre os carros da Virgin aqui em Monte Carlos está menor do que em Barcelona, devido às características do circuito. Também estamos mais próximos das demais equipes, mas para a classificação, precisamos modificar pequenas coisas no setup para conseguirmos superar as Lotus”, acrescenta o brasileiro.
O desempenho obtido em seu primeiro contato com a pista a bordo de um carro de Fórmula 1 foi considerado positivo pelo piloto. “As características da pista de Barcelona não favoreciam nosso carro. Aqui, pelo fato de o circuito ser menor, estamos andando no ritmo das outras equipes. Temos de nos classificar bem para conseguir terminar como a melhor entre as novatas”, finaliza o piloto.
Confira como terminou o primeiro dia de treinos livres em Mônaco:
1°. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min14s904 (36 voltas)
2°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 0s109 (40)
3°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), a 0s195 (48)
4°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 0s216 (45)
5°. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 0s239 (38)
6°. Robert Kubica (POL/Renault), a 0s288 (39)
7°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 0s345 (32)
8°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 0s556 (42)
9°. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 0s715 (38)
10°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 0s716 (28)
11°. Vitaly Petrov (RUS/Renault), a 0s842 (44)
12°. Sebastian Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1s372 (46)
13°. Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth), a 1s444 (48)
14°. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 1s618 (38)
15°. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes), a 1s624 (42)
16°. Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari), a 1s695 (36)
17°. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 1s914 (46)
18°. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 2s119 (28)
19°. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth), a 3s280 (48)
20°. Lucas Di Grassi (BRA/Virgin-Cosworth), a 3s574 (38)
21°. Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth), a 3s763 (13)
22°. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth), a 3s817 (42)
23°. Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth), a 5s409 (36)
24°. Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth), a 7s244 (11)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *