F1: Malásia tenta estender acordo com a categoria

Depois da corrida do último domingo, o governo da Malásia já se apressa para continuar no calendário da Fórmula 1, apesar de o país ter contrato até 2010 com a categoria. O primeiro ministro do país asiático, Datuk Seri Abdullah Ahmad Badawi se encontrou com Bernie Ecclestone, presidente da Formula One Administration (FOA), para tratar do assunto.

“Estas discussões são positivas, nós estamos estudando primeiro o rascunho do acordo e olhando por um retorno no investimento”, afirmou Datuk Mokhzani Mahathir, promotor da prova de Sepang.

O sucesso do GP do último domingo serviu para entusiasmar ainda mais os dirigentes malaios. A prova realizada em Sepang teve um público total nos três dias de 154 mil pessoas, sendo 115 mil apenas no domingo. Em 2006, apenas a corrida teve um público de 107 mil torcedores.

Mesmo com esse aparente sucesso, Bernie Ecclestone não se mostrou tão animado assim com os trabalhos realizados pela Malásia. Em entrevista a um jornal malaio, o dirigente disse que o autódromo de Sepang já está ultrapassado.

“Eles fizeram um trabalho fantástico quando tudo começou, mas agora o circuito se transformou, se você não se importa, em uma casa velha que precisa de um pouco de redecoração”, afirmou Ecclestone.

Fonte: Máquina do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *