F1: Mark Webber vence GP da Inglaterra

O australiano Mark Webber (Red Bull) venceu neste domingo (08/07), o GP da Inglaterra, em Silverstone, 9ª etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Webber no ano. O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) foi o 2º, com o alemão Sebastian Vettel (Red Bull) fechando o pódio.

Sem chuva, ao contrário dos dois dias anteriores, a prova foi disputada com pista seca. Pole-position Alonso manteve o domínio até a segunda parada nos pits na 38ª volta, quando trocou os pneus duros pelos macios. O espanhol voltou à pista com Webber em sua cola. O australiano, com pneus duros, era mais rápido e ia, volta a volta, diminuindo a vantagem de Alonso.

Faltando quatro voltas para o final, Webber, por fora, fez uma grande manobra, e usando o DRS (A Asa Traseira Móvel) superou o espanhol na curva Brooklands. O piloto da Red Bull abriu vantagem rapidamente, recebendo a bandeirada, após 52 voltas, com três segundos de frente sobre Alonso. Foi a segunda vitória do australiano em Silverstone (2010/2012).

Vettel foi o 3º. O brasileiro Felipe Massa (Ferrari), em sua melhor prova no ano, terminou em 4º, seguido pelas Lotus do finlandês Kimi Raikkonen e do francês Romain Grosjean, que fez uma corrida de recuperação, após ter que trocar o bico do carro em um toque no começo da prova. O alemão Michael Schumacher (Mercedes) foi o 7º, com o britânico Lewis Hamilton (McLaren) em 8º.

Hamilton chegou a liderar a prova, ao atrasar a sua primeira entrada nos pits, e fazer um belo duelo com Alonso, com direito a troco do britânico. Poucas voltas após trocar os pneus duros pelos macios, o piloto retornou aos boxes, colocando novamente os compostos duros.  Nas voltas finais Hamilton perdeu a 7ª posição para Schumacher.

O brasileiro Bruno Senna (Williams) terminou em 9º, após uma longa batalha com o alemão Nico Hulkenberg (Force India) e o britânico Jenson Button. Hulkenberg acabou saindo da pista na curva Copse, deixando a zona de pontos. Button ficou com o ponto final.

O único acidente da prova aconteceu na 12ª volta. O venezuelano Pastor Maldonado (Williams) e o mexicano Sergio Perez (Sauber) estavam entre os dez primeiros quando entraram juntos nos boxes. Na volta de retorno a prova, os dois bateram na curva Brooklands, com a Sauber ficando bastante danificada.  Perez, muito irritado com o venezuelano, abandonou. Maldonado foi para os pits, reparou o carro, mas saiu da zona de pontos.

A outra Sauber, do japonês Kamui Kobayashi, também andou na zona de pontos. Até o piloto em sua última parada, errar a entrada do pit, e atropelar vários mecânicos da sua equipe. Os mecânicos não se feriram com gravidade.

Raikkonen fez a melhor volta a prova: 1m34s661.

Alonso lidera o campeonato com 129 pontos, treze a mais do que Webber. Vettel é o 2º com 100. Massa é o 13º com 23 e Senna o 15º com 18.

A próxima etapa, o GP da Alemanha, em Hockenheim, acontece no dia 22 de julho. 

Final:

1- Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) – 52 voltas em 1h25m11s288
2- Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 3s060
3 – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) – a 4s836
4 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 9s519
5 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – a 10s314
6 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – a 17s101
7 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 29s153
8 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – a 36s400
9 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – a 43s300
10 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 44s400
11 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 45s300
12 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – a 47s800
13 – Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) – a 51s200
14 – Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) – a 53s300
15 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 57s300
16 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – a uma volta
17 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – a uma volta
18 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – a uma volta
19 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – a uma volta
20 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – a duas voltas
21 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth)- a duas voltas

Não completaram:
22 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – na volta 14
23 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – na volta 3
24 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – na volta 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *