F1: Massa cita degradação dos pneus e lamenta: “eu esperava mais”

Depois de mostrar alguma evolução nas últimas etapas do Mundial, o brasileiro Felipe Massa conseguiu apenas a 13ª colocação do grid de largada para o Grande Prêmio de Cingapura. Ele admitiu a decepção e citou o excessivo desgaste dos pneus durante o treino classificatório deste sábado.

“O ponto chave para mim foi sempre o último setor. Tivemos um problema com os pneus, que se desgastavam muito. Até na primeira volta, você perde o grip na parte traseira do carro durante o último setor. Foi o que aconteceu comigo durante o final de semana inteiro e na classificação também”, disse o piloto à Rede Globo.

Como de costume, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), atual líder do Mundial, superou o brasileiro e conseguiu alcançar a quinta colocação do grid. “É lógico que eu esperava mais”, admitiu Massa, que corre risco de perder sua vaga na escuderia italiana, uma vez que ainda não renovou seu contrato.

Como alento, o brasileiro lembrou a própria performance no Grande Prêmio da Bélgica. Depois de largar apenas na 14ª colocação do grid, ele cruzou a linha de chegada na quinta colocação, mas aproveitou o acidente múltiplo protagonizado pelo francês Romain Grosjean (Lotus) para subir.

Depois de mostrar alguma evolução nas últimas etapas do Mundial, o brasileiro Felipe Massa conseguiu apenas a 13ª colocação do grid de largada para o Grande Prêmio de Cingapura. Ele admitiu a decepção e citou o excessivo desgaste dos pneus durante o treino classificatório deste sábado.

“O ponto chave para mim foi sempre o último setor. Tivemos um problema com os pneus, que se desgastavam muito. Até na primeira volta, você perde o grip na parte traseira do carro durante o último setor. Foi o que aconteceu comigo durante o final de semana inteiro e na classificação também”, disse o piloto à Rede Globo.

Como de costume, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), atual líder do Mundial, superou o brasileiro e conseguiu alcançar a quinta colocação do grid. “É lógico que eu esperava mais”, admitiu Massa, que corre risco de perder sua vaga na escuderia italiana, uma vez que ainda não renovou seu contrato.

Como alento, o brasileiro lembrou a própria performance no Grande Prêmio da Bélgica. Depois de largar apenas na 14ª colocação do grid, ele cruzou a linha de chegada na quinta colocação, mas aproveitou o acidente múltiplo protagonizado pelo francês Romain Grosjean (Lotus) para subir.

“A corrida é amanhã, é prova difícil, muitas coisas acontecem aqui. Então, a gente tem que se concentrar na corrida. Em Spa (Francorchamps), acabei não largando bem, mas fiz uma excelente corrida. Vamos pensar naquilo que aconteceu em Spa”, disse o brasileiro.

A pole position do grid em Cingapura ficou com o britânico Lewis Hamilton (McLaren), seguido pelo venezuelano Pastor Maldonado (Williams) e pelo alemão Sebastian Vettel (Red Bull). A largada está programada para as 9 horas (de Brasília) deste domingo.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *