F1: Massa estranha queda de rendimento da Ferrari em final de treino

O brasileiro Felipe Massa deixou o treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 insatisfeito com seu carro. Segundo o brasileiro, o bólido perdeu ritmo na última fase da atividade e por isso ele e o espanhol Fernando Alonso fizeram tempos mais lentos no Q3 do que no Q2.

Massa larga em sétimo em Hungaroring, com o tempo de 1min21s900, apenas 0s066 mais lento do que Alonso, que sai na sexta colocação. No Q2, o brasileiro rodou a 1min21s534, tempo que lhe daria a quarta posição do grid se fosse realizado na última parte do treino.

“Não foi um treino fácil para o time. Eu e Fernando tivemos problemas para acertar a volta ideal, o que é uma pena porque no Q2 tinha feito um bom tempo e esperava melhorar”, afirmou o ferrarista. “De repente eu tinha menos aderência, agora precisamos descobrir o motivo”, completou.

Apesar das colocações ruins no grid de largada da corrida de domingo, Massa acredita que ele e Alonso podem brigar por um lugar no pódio. Para isso, o time precisa escolher uma boa estratégia, levando em conta a degradação dos pneus médios e macios no circuito húngaro.

“Vamos precisar estudar cuidadosamente os pequenos dados que temos em relação ao comportamento dos pneus. Do pouco que pudemos ver, há definitivamente uma degradação razoável com os macios e ela pode ser ainda maior com o carro cheio de combustível”, avaliou.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *