F1: Massa retoma domínio e é o melhor nos treinos livres na Malásia

O brasileiro Felipe Massa voltou a mostrar sua competitividade nos treinos livres para o GP da Malásia. Depois dos problemas que viveu na Austrália, com as falhas no câmbio na definição do grid de largada, o piloto da Ferrari dominou as duas sessões desta sexta-feira no circuito de Sepang.

Massa, que está em seu segundo ano na Ferrari, fez seu melhor tempo do dia na primeira sessão, cravando 1:34.792. Com pneus moles, ele não sentiu dificuldade no forte calor e comprovou que a escuderia italiana está um passo à frente de seus rivais, especialmente da McLaren.

O espanhol Fernando Alonso, atual bicampeão mundial e que está na temporada de estréia na McLaren, foi o segundo melhor do dia, mas só conseguiu acompanhar Massa na primeira sessão. Ele cravou o tempo de 1:35.220, mas acabou prejudicado na segunda parte dos treinos.

Alonso acredita que poderia ter melhorado um pouco seu tempo (ficou 1s2 atrás de Massa), mas, quando estava na pista, nos instantes finais, passou por uma bandeira vermelha por causa do estouro de um pneu do carro de Christijan Albers e, posteriormente, a pista ficou com bandeira amarela por causa da quebra do motor de Mark Webber.

A terceira colocação foi do companheiro de Alonso, o inglês Lewis Hamilton. Repetindo o bom desempenho de Melbourne, em que terminou no pódio, ele cravou o tempo de 1:35.712, superando o finlandês Kimi Raikkonen, vencedor da primeira etapa.

O piloto finlandês, companheiro de Massa na Ferrari, fez o tempo de 1:35.779, mas continua no dilema da possível troca de motor, o que o derrubaria de dez posições no grid de largada. Na Austrália, ele sofreu com problema de perda de água e teve de diminuir potência nas voltas finais.

De qualquer forma, Raikkonen, contratado neste ano para o lugar de Michael Schumacher, teve de se conformar com os oito décimos de segundo de desvantagem para Massa.

A boa novidade dos treinos foi o desempenho da Renault, carro com o qual Alonso se sagrou bicampeão. Pela escuderia francesa, o italiano Giancarlo Fisichella cravou o quinto melhor tempo, com 1:35.910, seguido pelo finlandês Heikki Kovalainen, com 1:36.106.

A BMW, que foi a grande surpresa na primeira etapa com o quarto lugar do alemão Nick Heidfeld, não teve bom desempenho. O polonês Robert Kubica, foi o décimo melhor, com 1:36.717, enquanto Heidfeld fez apenas o 12º tempo, com 1:36.862.

Enquanto isso, a Honda segue sofrendo com os problemas de início de temporada -a equipe está testando um novo projeto aerodinâmico. Dessa forma, o inglês Jenson Button ficou apenas em 18º lugar, com 1:37.578, e o brasileiro Rubens Barrichello foi o 23º, com 1:38.713.

Veja a relação de tempos combinados das duas sessões de treinos livres da Fórmula 1 em Sepang, nesta sexta-feira (6):
1. Felipe Massa – Ferrari, 1min34s972
2. Fernando Alonso – McLaren/Mercedes, 1min35s220
3. Lewis Hamilton – McLaren/Mercedes, 1min35s712
4. Kimi Räikkönen – Ferrari, 1min35s779
5. Giancarlo Fisichella – Renault, 1min35s910
6. Heikki Kövalainen – Renault, 1min36s106
7. Nico Rosberg – Williams/Toyota, 1min36s308
8. Mark Webber – Red Bull/Renault, 1min36s522
9. Jarno Trulli – Toyota, 1min36s597
10. Alexander Wurz – Williams/Toyota, 1min36s621
11. Robert Kubica – BMW Sauber, 1min36s717
12. Ralf Schumacher – Toyota, 1min36s760
13. Nick Heidfeld – BMW Sauber, 1min36s862
14. Kazuki Nakajima – Williams/Toyota, 1min36s885
15. David Coulthard – Red Bull/Renault, 1min37s203
16. Takuma Sato – Super Aguri, 1min37s282
17. Jenson Button – Honda, 1min37s578
18. Sebastian Vettel – BMW Sauber, 1min37s837
19. Vitantonio Liuzzi – Toro Rosso/Ferrari, 1min37s855
20. Anthony Davidson – Super Aguri, 1min38s334
21. Adrian Sutil – Spyker/Ferrari, 1min38s419
22. Scott Speed – Toro Rosso/Ferrari, 1min38s650
23. Rubens Barrichello – Honda, 1min38s713
24. Christijan Albers – Spyker/Ferrari, 1min39s807

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *