F1: Max Verstappen compara motor Renault ao de um carro de Fórmula 2


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Após abandonar o GP da Inglaterra, a ira de Max Verstappen não foi contra os freios que o fizeram deixar a prova, mas sim contra os motores Renault. Explica-se: o holandês chegou a estar em quarto lugar após passar Kimi Raikkonen numa relargada, mas não resistiu a um contra-ataque do finlandês na reta do Hangar a nove voltas da bandeirada. Lembrando a chiadeira de Fernando Alonso contra os motores Honda pelo rádio no GP do Japão de 2015, o piloto da RBR disse com todas as letras que seu motor parecia de outra categoria.

“Foi divertido (o duelo com Raikkonen), mas não completamente justo porque estávamos 20 km/h mais lentos na reta. Parecia um motor de Fórmula 2 contra um motor de Fórmula 1. Foi um fim de semana duro, não poderíamos ter feito mais pelo déficit nas retas”, disse em entrevista ao “Channel 4” no paddock de Silverstone.

Após o duelo com Raikkonen, Verstappen não teve vida longa na corrida. A seis voltas do fim, os freios voltaram a falhar, e o holandês rodou, abandonando logo em seguida.

“Tive um problema com o sistema eletrônico de freios na primeira volta, depois voltou a funcionar. Depois do segundo safety car, freei para a curva 16 e o pedal foi até o chão e os freios traseiros bloquearam e rodei para fora”.

Com o abandono em Silverstone, Verstappen teve interrompida a sequência de três pódios – terceiro lugar no Canadá, segundo na França e vitória na Áustria. Agora, o holandês é o sexto colocado na classificação geral, com 93 pontos, 11 a menos do que Valtteri Bottas, da Mercedes.

“Tentei fazer apenas uma parada. No fim, tive a sorte de ter um safety car, porque isso não ia funcionar. Depois do primeiro safety car, ultrapassei Kimi, o que foi legal, mas é incrivelmente frustrante o quanto estamos perdendo nas retas”, completou Max.

Fonte: Globo Esporte

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *