F1: McLaren crê em parceria e cita rixa de adversários na F1 como exemplo

Eric Boullier, diretor da McLaren, mostrou-se contente com a parceira que os britânicos vêm fazendo com a montadora Honda neste ano de 2015. Apesar de admitir que alguns detalhes precisam ser aparados para a sequência da temporada, o chefe da escuderia acredita que a relação com a Honda é boa, e que não tem porquê descambar para uma rixa, a exemplo do que vem acontecendo entre Red Bull e Renault.

“É importante que a Honda se recupere. Acredito que agora não é algo vergonhoso porque são novos no programa, mas a questão é ver com que rapidez a equipe se recupera. Não queremos ficar como a Red Bull ou a Renault, lutando nos bastidores. Tivemos razões para fecharmos com a Honda e estamos contentes”, garantiu.

O cartola francês assegurou que a relação com os japoneses é boa, e que ambas as partes estão determinadas em obter títulos. “A experiência recente da Honda na Fórmula 1 pode ajudar porque estão ansiosos por vitórias. A McLaren também após dois anos difíceis. Há uma vontade comum e competir bem e brigar por títulos. Temos uma cooperação muito boa”, disse Boullier.

Apesar de elogiar a relação, a McLaren quer aparar os erros sem apontar os defeitos da parceira Honda. “Nós seguimos comentando os problemas e esperamos ser ouvidos ainda mais. De fato, nos escutam e discutimos as propostas, mas queremos fazer isso em público. O fácil é culpar os sócios, mas como também somos sócios precisamos colaborar. Temos que ajuda-los a encurtar o tempo de recuperação”, advertiu.

A boa relação defendida por Eric Boullier começa a ser posta em xeque após o GP do Canadá. Em determinado momento da corrida em Montreal, Alonso reclamou com a equipe por meio do rádio sobre os problemas do carro e deixou claro que está descontente com o rendimento da McLaren.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *