F1: McLaren e Toyota descartam uso da ‘bigorna’

As equipes McLaren e Toyota optaram por não usar o prolongamento da parte superior de seus carros, recurso popularmente conhecido como “bigorna” ou “barbatana”, no GP da Alemanha, que será disputado no próximo domingo, segundo informa a revista Autosport.

“Talvez Hockenheim não é o melhor lugar para se testar essa nova asa. Além disto, precisamos saber se este componente seria afetado pelos ventos contrários”, comentou o piloto da McLaren, Heikki Kovalainen, que não descarta a hipótese de o time fazer a alteração em provas futuras.


“Havia bastante de vento durante os testes e nada foi afetado. Trata-se de algo encorajador para o futuro”, destacou.


A Toyota também decidiu descartar o recurso por enquanto. Apesar disto, o piloto italiano Jarno Trulli está otimista para a prova. “Terminei as últimas três corridas na zona de pontuação, o que mostra o quanto estamos competitivos neste momento. Meu objetivo é ficar no top 6”, destacou o piloto.



F1: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *