F1: Mercedes é comprada, mas não sofrerá mudanças na F-1

Originária da Brawn GP na temporada passada, a equipe Mercedes GP Petronas de Fórmula 1 foi comprada pelas empresas Daimler AG, fábrica alemã de carros, e Aabar Investimentos, que tomarão o controle total da escuderia germânica do chefe Ross Brawn e dos pilotos Michael Schumacher e Nico Rosberg. No entanto, o comando da equipe não deverá sofrer mudanças.

Na manhã desta segunda-feira foi anunciada a compra das duas empresas pelos 24,9% ainda restantes da formação original da Mercedes, pertencentes a Ross Brawn, Nick Fry, Caroline McGrory, John Mardsen e Nigel Kerr. No entanto, o chefe de esportes a motor da Mercedes, Norbert Haug, afirmou que nada deverá mudar na alta cúpula do time alemão.

“Isso não muda muito em termos práticos, mas mostra o nosso comprometimento. Isso é o começo de uma longa era de investimento e estratégia”, afirmou Haug, em entrevista ao diário britânico Autosport.

“Estamos investindo no futuro da Fórmula 1 e estamos em processo de aprendizado, mas existem limites claros para o acordo de restrição de recursos, e achamos que há uma boa base para o futuro. Acreditamos que há muita gente de qualidade aqui”, elogiou.

A mudança, no entanto, não deverá aumentar o orçamento da equipe. “De jeito nenhum”, sentenciou. “Temos o dinheiro necessário para fazer um bom trabalho”, finalizou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *