F1: Minardi diz que saída da Manor mostra falha no sistema da Fórmula 1

Giancarlo Minardi, ex-dono da equipe Minardi de Fórmula 1, afirmou que a saída da Manor da Fórmula 1 escancarou o falho sistema da F1.

“Quando um time deixa a F1 é uma falha em todo o sistema. Precisamos lembrar que o atual regulamento vai até 2020”, afirmou Minardi em entrevista ao Autosport.

Em janeiro de 2017 a Manor encerrou suas atividades e anunciou que não participará da temporada 2017 da Fórmula 1. Mais de 200 profissionais foram demitidos, enquanto o grid da competição volta a ter 20 pilotos e dez equipes.

Minardi acredita que o problema no sistema da F1 surgiu em 2014, quando os motores foram modificados, priorizando a tecnologia.

“Nos anos recentes a F1 escolheu a tecnologia, em outras palavras eles quiseram ser sinônimo de tecnologia, e isso levou a um grande aumento nos custos das equipes”, salientou Minardi.

Hoje com 69 anos, Minardi foi dono da equipe que levou seu nome entre 1985 a 2005, antes da escuderia ser vendida a investidores e mudar o nome para Toro Rosso.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *