F1: Mosley diz que pena suspensa à McLaren é justa

Presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley aprovou a decisão do Conselho Mundial de aplicar uma pena de três corridas de ausência à McLaren com a sua aplicação suspensa a não ser que a equipe viole o regulamento da Fórmula 1 nos próximos dois meses.

“A McLaren tem mostrado uma mudança radical de atitude, não tem nada a ver com o que aconteceu antes”, disse Mosley, em referência à multa de 100 milhões de euros (cerca de R$ 300 milhões) pelo caso de espionagem contra a Ferrari em 2007.

O julgamento desta terça-feira ocorreu porque a McLaren assegurou aos comissários do GP da Austrália que não havia mandado o inglês Lewis Hamilton deixar o italiano Jarno Trulli, da Toyota, ultrapassá-lo durante entrada do safety car.

Só que as gravações das conversas de rádio entre a escuderia e Hamilton demonstraram que as ordens foram dadas, o que levou a FIA a punir a McLaren.

Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *