F1: Na Catalunha, Massa enfim sente falta de testes

Quando a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou que uma nova medida para cortar custos na Fórmula 1 seria banir os testes durante a temporada, muitos pilotos lamentaram. Entretanto, nenhum deles havia sentido realmente a ausência dos treinamentos até o Grande Prêmio da Espanha, conforme assinala Felipe Massa.

Até o ano passado, era comum que as equipes da categoria preparassem seus equipamentos na pista antes do início da temporada européia, marcado para este fim de semana justamente em Barcelona. Em 2009, porém, o trabalho ficou limitado a túneis de vento e a simuladores, por exemplo.

“Nos últimos campeonatos, os dez dias antes da primeira corrida na Europa costumavam ser palco dos testes mais intensivos do ano, mas agora obviamente eles estão todos banidos”, lamentou Massa, que cobra criatividade para a Ferrari superar esse problema. “Temos de encontrar diferentes modos de fazer nosso trabalho e tentar melhorar o carro. Nessa situação, o uso do simulador é muito importante, e estamos desenvolvendo um novo, que deve ser mais útil que o atual”.

Apoio ao KERS: Enquanto BMW e Renault, equipes que, como a Ferrari, estão preparando um novo pacote aerodinâmico para o GP espanhol, já descartaram o KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética) para o próximo fim de semana, os italianos seguem firme na posição favorável à nova tecnologia.

“Realizamos um passo adiante no Bahrein em termos de performance e isso em parte é devido ao KERS”, analisou o brasileiro. “Para nós isso é uma clara vantagem. E nós conferimos quando comparamos os testes de sexta-feira no circuito do Sakhir”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *