F1: Na sua estréia na Ferrari, Kimi Raikkonen vence na Austrália

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, venceu neste domingo (18/03), o GP da Austrália, em Melbourne. Foi a estréia do Iceman na equipe italiana. O pódio foi completado pela dupla da McLaren, o bi-campeão Fernando Alonso e o estreante Lewis Hamilton.

Na largada o pole-position Kimi Raikkonen manteve a ponta. O alemão Adrian sutil, da Spyker, tocou na traseira da Super-Aguri do inglês Anthony Davidson na primeira curva. Sutil rodou e Davidson foi para a grama, mas ambos continuaram na prova.


Na primeira volta Raikkonen era o líder, seguido por Nick Heidfeld, da BMW Sauber, Lewis Hamilton, da McLaren, Fernando Alonso, da McLaren, Robert Kubica, da BMW Sauber, Giancarlo Fisichella, da Renault, Mark Webber, da Red Bull, Ralf Schumacher, da Toyota, Jarno Trulli, da Toyota e Takuma Sato, da Super Aguri completando os dez primeiros. Felipe Massa, largando em último, depois de trocar o motor de sua Ferrari, já era o 17º colocado e Rubens Barrichello, da Honda, vinha três posições à frente.


Com dez voltas completadas Raikkonen liderava com 8.1 segundos de vantagem para Heidfeld. As duas McLaren, de Lewis e Hamilton, vinham a seguir. Na volta seguinte o holandês Christjian Albers, da Spyker, perdeu o controle do carro, saindo da pista e batendo na barreira de proteção. Ele nada sofreu.


O primeiro dos lideres a fazer seu pit stop foi Heidfeld, na 14º volta. Cinco voltas depois foi a vez de Raikkonen parar deixando a liderança para o novato Hamilton, que liderou até a 23º volta, quando fez a sua parada. Raikkonen voltou à liderança.


Com metade da corrida disputada, Raikkonen liderava com 17.8 segundos de vantagem para Hamilton, que tinha dois segundos para Alonso. A dupla da BMW Sauber, Kubica e Heidfeld vinha a seguir.


O inglês Jenson Button, que andava nas últimas posições com a Honda, levou um drive-through por excesso de velocidade nos boxes, na 31º volta. Na volta anterior o norte-americano Scott Speed rodou, saiu da pista e abandonou.


Kubica, fazendo uma ótima corrida em 4º, tem problemas na caixa de marchas de seu carro e abandona na 37º volta. Na seguinte seu companheiro de equipe, Heidfeld foi novamente o primeiro dos ponteiros a parar nos boxes.


Na 41º volta, Massa entrou pela primeira vez no grupo dos oito primeiros, depois da rodada do finlandês Heikki Kovalainen, da Renault. Raikkonen e Lewis foram juntos para os boxes, na 42º volta. Webber rodou na entrada dos pits, complicando sua prova.


Alonso fez a sua parada na 45º volta, voltando a frente de Hamilton, assumindo a segunda posição da prova. O único momento de distração de Raikkonen na prova foi quando travou os freios em uma curva, na 47º volta. Nada que ameaçasse sua liderança.


O escocês David Coulthard, da Red Bull e Alexander Wurz, da Williams, protagonizaram um sério acidente na 50º volta, felizmente sem nenhuma conseqüência para os pilotos. Coulthard tentou passar Wurz, por dentro, na entrada de uma curva. O carro do escocês voou por cima da frente da Williams.


Raikkonen venceu com 7s242 de vantagem sobre Alonso, com Hamilton completando o pódio.  Foi a primeira vez que um estreante sobe ao pódio, desde Jacques Villeneuve em 1996, também na Austrália.


Completaram a zona de pontuação: Nick Heideld, da BMW Sauber em 4º, Giancarlo Fisichella, da Renault, o 5º, Felipe Massa, da Ferrari e que largou em último, em 6º, Nico Rosberg, da Williams, em 7º e Ralf Schumacher, da Toyota, garantindo o ultimo ponto, na 8º posição.


Rubens Barrichello, da Honda, terminou na 11º posição.


A próxima etapa está marcada para o dia 08 de abril em Sepang, na Malásia.


 


Final:


1.  Kimi Raikkonen  FIN  Ferrari     
2.  Fernando Alonso  ESP  McLaren-Mercedes  +7.242   
3.  Lewis Hamilton  ING  McLaren-Mercedes  +18.595   
4.  Nick Heidfeld  ALE  BMW  +38.763   
5.  Giancarlo Fisichella  ITA  Renault  +1:06.469   
6.  Felipe Massa  BRA  Ferrari  +1:06.805   
7.  Nico Rosberg  ALE  Williams-Toyota  -1 volta   
8.  Ralf Schumacher  ALE  Toyota  -1 volta
9.  Jarno Trulli  ITA  Toyota  -1 volta
10.  Heikki Kovalainen  FIN  Renault  -1 volta
11.  Rubens Barrichello  BRA  Honda  -1 volta
12.  Takuma Sato  JAP  Super Aguri-Honda  -1 volta
13.  Mark Webber  AUS  Red Bull-Renault  -1 volta
14.  Vitantonio Liuzzi  ITA  Toro Rosso-Ferrari  -1 volta
15.  Jenson Button  ING  Honda  -1 volta
16.  Anthony Davidson  ING  Super Aguri-Honda  -2 volta
17.  Adrian Sutil  ALE  Spyker-Ferrari  -2 volta


Abandonos:           


Alexander Wurz  AUT  Williams-Toyota  a 10 voltas  Acidente
David Coulthard  ING Red Bull-Renault  a 10 voltas  Acidente 
Robert Kubica  POL  BMW  a 22 voltas  Caixa de marchas
Scott Speed  EUA  Toro Rosso-Ferrari  a 30 voltas  Rodada 
Christijan Albers  HOL  Spyker-Ferrari  a 48 voltas  Rodada


Foto: Grandprix.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *