F1: Nico Rosberg vence movimentado GP da Inglaterra

O alemão Nico Rosberg (Mercedes) venceu neste domingo (30/06), o GP da Inglaterra, oitava etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Rosberg no ano. O australiano Mark Webber (Red Bull) e o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) completaram o pódio.

Na largada, o pole-position, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), manteve a ponta, com o alemão Sebastian Vettel (Red Bull) superando Rosberg, pelo segundo lugar. Em uma ótima largada, o brasileiro Felipe Massa (Ferrari) saltou da 11ª, para a 5ª posição.

Por outro lado, Webber perdeu onze posições, caindo para a 15ª, ao sair da pista após um toque com o francês Romain Grosjean (Lotus).

Na oitava volta, os pneus começaram a se tornar a “dor de cabeça” para os pilotos. O primeiro a ter o pneu traseiro esquerdo completamente desintegrado foi o líder Hamilton, para desespero da torcida inglesa. Hamilton foi para os boxes, com Vettel assumindo a liderança.

Duas voltas depois; foi a vez de Massa também ter o pneu traseiro esquerdo desintegrado e rodar. O brasileiro foi para os boxes, caindo para a última posição.

Na 11ª volta, começou a primeira sessão de paradas nos boxes, para a troca de pneus. Vettel parou na 14ª volta.

Na seguinte, mais um pneu traseiro esquerdo virou farelo. O do francês Jean-Eric Vergne (Toro Rosso). Com pedaços de borracha espalhados pela pista, o Safety-Car foi acionado.

A relargada aconteceu na 21ª volta, com Vettel em primeiro, seguido por Rosberg, o alemão adrian Sutil (Force India) e Alonso. Hamilton vinha na 14ª  posição, e Massa o último.

Com as voltas passando, Massa, Webber e Hamilton, começaram a ganhar posições, entrando na zona de pontos, antes da segunda rodada de pit stops. Vettel parou na 36ª, voltando sem perder a ponta.

Na 42ª volta, o caixa de marchas da Red Bull de Vettel quebrou, com o piloto parando na pista. Rosberg era o novo líder.

Com o Safety-Car acionado, devido ao carro de Vettel parado na pista, os pilotos fizeram um novo pit stop. Dos lideres, apenas a Lotus optou por deixar o finlandês Kimi Raikkonen na pista.

A relargada aconteceu na 46ª volta, com Rosberg em primeiro, seguido de Raikkonen e Webber, que passou Sutil.

Mais um pneu traseiro esquerdo estourou. Do mexicano Sergio Pérez (McLaren).

Com ótimo rendimento, Webber passou Raikkonen na 48ª volta, e foi para cima de Rosberg. Faltando duas para o final, Alonso ultrapassou Raikkonen, pelo terceiro lugar. Logo depois o finlandês (que pelo rádio, antes da relargada, questionou a equipe por não entrar nos boxes), foi superado por Hamilton.

Rosberg venceu com Webber grudado em sua traseira (0s7 atrás). Alonso fechou o pódio.

Hamilton foi o quarto, seguido por Raikkonen e Massa. Sutil, o australiano Daniel Ricciardo (Toro Rosso), o escocês Paul di Resta (Force India), que largou em último, e o alemão Nico Hulkenberg (Sauber), fecharam a zona de pontos.

Vettel lidera o campeonato com 132 pontos, seguido por Alonso com 111. Raikkonen soma 98 em terceiro, com Hamilotn em quarto com 89. Massa é o sétimo com 57.

A próxima etapa, o GP da Alemanha, em Nürburgring, acontece no dia 07 de julho. 

Final:

1. Nico Rosberg ALE Mercedes GP 52 voltas em 1h32m59.454
2. Mark Webber AUS Red Bull-Renault a0.765
3. Fernando Alonso ESP Ferrari a 7.124
4. Lewis Hamilton GBR Mercedes GP a 7.756
5. Kimi Raikkonen FIN Lotus-Renault a 11.257
6. Felipe Massa BRA Ferrari a 14.573
7. Adrian Sutil ALE Force India-Mercedes a 16.335
8. Daniel Ricciardo AUS Toro Rosso-Ferrari a 16.543
9. Paul di Resta GBR Force India-Mercedes a 17.943
10. Nico Hulkenberg ALE Sauber-Ferrari a 19.709
11. Pastor Maldonado VEN Williams-Renault a 21.135
12. Valtteri Bottas FIN Williams-Renault a 25.094
13. Jenson Button GBR McLaren-Mercedes a 25.969
14. Esteban Gutierrez MEX Sauber-Ferrari a 26.285
15. Charles Pic FRA Caterham-Renault a 31.613
16. Jules Bianchi FRA Marussia-Cosworth a36.097
17. Max Chilton GBR Marussia-Cosworth a 1m07.660
18. Giedo van der Garde HOL Caterham-Renault a 1m07.759
19. Romain Grosjean FRA Lotus-Renault a 1 volta
20. Sergio Perez MEX McLaren-Mercedes 46 voltas   
Ab. Sebastian Vettel ALE Red Bull-Renault 41 voltas   
Ab. Jean-Eric Vergne FRA Toro Rosso-Ferrari 35 voltas    

Volta mais rápida: Mark Webber AUS Red Bull-Renault 1:33.401, na 52

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *