F1: Organização da Fórmula 1 estuda retirar treinos de sexta-feira


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Para quem está acostumado com o formato já tradicional da Fórmula 1, com treinos livres às sextas-feiras, pode ter de se preparar para uma nova realidade da categoria. Durante um evento em Austin, no Texas, Ross Brawn deixou no ar a possibilidade de um calendário mais recheado de corridas e, para isso, os treinos de sexta-feira deveriam ser abolidos, visando promover uma maior qualidade de trabalho às escuderias.

Apesar de estudar novas mudanças para a Fórmula 1, Brawn já negou qualquer possibilidade de mudar o formato da prova. “A corrida do domingo ainda é muito importante da maneira como está, pelo menos para mim. Para essa mudança não estamos olhando, mas penso seriamente se é realmente necessário a sexta-feira no nosso calendário. Se não houvesse, poderíamos fazer mais corridas, algo até melhor para as equipes na parte logística”, disse o diretor.

A decisão ainda passará por muitas análises. Isso porque Ross Brawn foi enfático ao pontuar que a qualidade das corridas é o principal objetivo da organização. “Temos os pontos positivos de abandonar a sexta-feira, mas ela também é importante para quem promove o evento. A qualidade é a coisa vital para as corridas. Não devemos apenas adicionar GPs para podermos aumentar os números, porque não é sustentável”, afirmou o dirigente.

Além do evento em si, Brawn também se mostrou muito disposto a melhorar o espetáculo como um todo e a opinião dos organizadores e de quem promove as corridas será um voto importante. “Uma das coisas que eu orgulho deste ano é a mudança no relacionamento com os promotores e com as pistas de corrida. Somos uma organização que quer ouvir todos os lados. Nosso objetivo é fazer uma categoria melhor e sempre estar abertos para ajustes que melhorem a qualidade da Fórmula 1 como um todo”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *