F1: Pai deixa de ser empresário de Lewis Hamilton

Campeão mundial de Fórmula 1 em 2008, Lewis Hamilton anunciou o fim do vínculo profissional que possuía com seu pai, Anthony, que cuidava de seus contratos desde que o piloto da McLaren tinha oito anos.

“Tenho 25 anos agora. Acho que era inevitável mudar”, comentou Lewis, em entrevista à Autosport. “No ponto em que estamos agora, preciso dar o passo de trazer alguém para me ajudar com os patrocinadores. Creio que vai ser um passo positivo”, emendou.

Prestes a iniciar seu quarto ano na Fórmula 1, Hamilton comentou que, até então, ainda não tinha confiança em ninguém além de Anthony para gerenciar a sua vida profissional. “Nunca me senti confortável com outras pessoas, mas agora quero é ter o meu pai para jogar boliche, sair de férias e tomar cerveja…”, justificou o piloto.

Apesar da “demissão” do próprio pai, figura constante nos autódromos, o inglês fez questão de elogiar o trabalho realizado em sua carreira até agora. “Não seria capaz de estar na Fórmula 1 há tanto tempo se não fosse por ele. Foi um trabalho fantástico”, ressaltou.

Lewis ainda não anunciou o nome de um novo empresário. Anthony, por sua vez, continuará se dedicando ao gerenciamento da carreira de outros pilotos, como Paul di Resta e Nyck de Vries, além de trabalhar na criação de uma escola preparatória para jovens pilotos.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *