F1: Para Alonso, sorte fez a diferença no GP do Canadá

Sétimo colocado no Grande Prêmio do Canadá deste domingo, o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, considerou que a falta de sorte o prejudicou na luta por um resultado melhor.

“O sentimento que dá após uma corrida assim é que contra a falta de sorte não se pode lutar. Meu companheiro foi o mais benficiado e eu, o mais prejudicado. Espero que, em outra ocasião, a sorte sorria para mim”, afirmou o atual bicampeão.

Com os dois pontos conquistados em Montreal, o espanhol caiu para a segunda posição no Mundial de Pilotos, oito pontos atrás de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que venceu sua primeira prova na categoria neste domingo.

Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *