F1: Pierre Gasly mira rápida adaptação na Red Bull

Depois da primeira temporada completa na Fórmula 1, em 2018 pela Toro Rosso, Pierre Gasly chega à Red Bull para correr ao lado de Max Verstappen e, depois da adaptação, já mira disputar o posto de corredor número 1 da equipe. Substituindo Ricciardo, o francês exalta Verstappen e revela que a qualidade do holandês o motiva para fazer uma temporada exemplar.

Em entrevista ao site Motorsport, Gasly falou sobre seu novo companheiro. “Com certeza estarei ao lado de um dos melhores pilotos do grid no momento, e isso para mim é um grande desafio. Então, levarei o tempo que eu preciso para ser competitivo, mas não vou estar aqui para ser segundo piloto. Não é isso que eu quero e não ficarei satisfeito com isso”, disse o francês.

O piloto ainda falou sobre as metas que tem para o ano. “Se eu tiver um carro para vencer, então é isso que eu adoraria fazer. E, se eu tiver um carro que só é bom para estar no top 5, então esta será a meta. Mas, no fim das contas, 2018 foi só minha primeira temporada completa na Fórmula 1, e, com certeza, irei melhorar mais e mais, temporada após temporada, porque a experiência tem grande peso”, revelou.

Com apenas 22 anos, Gasly se mostrou realista mas confiante com o que pode ganhar de experiência correndo pela RBR. “Então, sei que eu ainda não atingi todo meu potencial, mas essa é minha única motivação. Estou totalmente dedicado a fazer tudo o que eu posso para atingir meu melhor o quanto antes. Com certeza eu precisarei de tempo para me sentir confortável na equipe, para me acostumar com o carro, com as pessoas, com a forma de trabalhar”, acrescentou. “Vir da Toro Rosso à Red Bull é, como eu disse, diferente nas metas, diferente também na cultura – é uma cultura mais inglesa na Red Bull”, completou o piloto.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *