F1: Pirelli nega privilégio a equipe Mercedes por testes de Barcelona

A Mercedes usou seu carro atual para testar pneus ao lado da Pirelli em Barcelona, algo proibido pelo regulamento da Fórmula 1. Diante dos protestos da Ferrari e da Red Bull, a fornecedora de pneus da principal categoria do automobilismo sentiu a necessidade de divulgar comunicado oficial sobre o assunto.

“A Pirelli, nos testes de desenvolvimento realizados em 2013, não favoreceu equipe alguma e, como sempre, agiu profissionalmente, com transparência e absoluta boa-fé. Os pneus utilizados não são os do atual campeonato, mas sim os pertencentes a uma linha de produtos ainda em desenvolvimento”, diz a nota.

O regulamento da Fórmula 1 permite que as equipes contribuam com a Pirelli no desenvolvimento dos pneus, mas veta o uso dos carros atuais em testes durante a temporada. Em seu comunicado oficial, a fornecedora de pneus tratou de se eximir da polêmica.

“O uso do carro utilizado pela Mercedes, em particular, foi resultado de comunicação direta entre a FIA e a própria equipe. A Pirelli não pediu de forma alguma que o carro de 2013 fosse usado”, diz a empresa, que ainda garantiu que os pneus a serem distribuídos nos treinos livres para o Grande Prêmio do Canadá jamais foram utilizados.

A Pirelli assegurou que o problema de delaminação dos compostos foi resolvido por seus técnicos exclusivamente por meio de testes em laboratório e se colocou à disposição. “A empresa está disponível para organizar testes de desenvolvimento de pneus para 2014 com todas as equipes”, diz a nota.

Nos testes realizados na Espanha, o alemão Nico Rosberg e o inglês Lewis Hamilton rodaram cerca de mil quilômetros com o W04, carro com dificuldade para conservar os pneus. O Tribunal Internacional da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) deve apreciar o assunto nos próximos dias em decorrência dos protestos formais da Red Bull e da Ferrari.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *