F1: Ponto pela volta mais rápida volta após sessenta anos

Sistema adotado de 1950 a 1959 é a novidade do regulamento para a temporada

O site oficial da Fórmula-1 confirmou a volta do ponto extra, para a melhor volta de cada corrida. Mas diferente da década de 1950, para ter direito ao ponto extra o piloto terá que terminar a prova entre os dez primeiros colocados (dentro da zona de pontuação). Caso o autor da melhor volta terminar fora desta faixa, o ponto extra não será creditado.

“O sistema dará uma dimensão extra à corrida, uma vez que os pilotos correndo dentro do top 10 terão algo a mais para disputar. Igualmente, os pilotos fora do top 10 ainda terão o incentivo para conseguir a volta mais rápida, de forma a evitar que um rival consiga, mesmo que o ponto não passe para ele”, diz o texto publicado no site oficial da categoria.

Em 1960 o ponto extra para a melhor volta foi abolido, com o sexto colocado passando a ganhar um ponto (apenas os cinco primeiros pontuavam até 1959).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *