F1: Pré-Temporada – Barcelona: Vettel lidera dia de muito trabalho para os pilotos na pré-temporada

De pneu ultramacio, que fez sua estreia na sessão desta terça-feira, Sebastian Vettel liderou pelo segundo dia seguido os testes da pré-temporada da Fórmula 1, realizados em Barcelona, na Espanha. O alemão foi um dos dois pilotos que usaram o composto mais macio da Pirelli, que será usado pela primeira vez nesta temporada, Vettel bateu com tranquilidade o tempo da pole position do GP da Espanha do ano passado, sendo quase 2s mais rápido que a marca estabelecida por Nico Rosberg na ocasião.

O treino, contudo, não foi 100% tranquilo para Vettel, que provocou uma bandeira vermelha nos minutos finais do teste após ter parado na pista.

Outro que usou o composto mais rápido foi Daniel Ricciardo (Red Bull), que ficou com a segunda colocação, a sete décimos de Vettel, que já liderara o primeiro dia de treinos, disputado na segunda-feira. Sergio Perez foi o terceiro, com a Force India. O mexicano usou pneus supermacios em sua volta mais rápida.

O treino foi marcado pela boa confiabilidade demonstrada pela maioria das equipes: 8 dos 11 pilotos que participaram do teste completaram mais de 100 voltas.

Apesar do quarto lugar na classificação, Nico Rosberg deu outra demonstração da força da Mercedes: o alemão superou as 165 voltas que Lewis Hamilton deu no primeiro dia de testes, marca impressionante para um carro novo. O piloto andou mais de 800 km nesta terça-feira e fez seu melhor tempo usando os pneus médios, demonstrando que ainda pode tirar ainda mais do W07.

Com o carro de 2015, Marcus Ericsson foi o quinto, com a Sauber, e Valtteri Bottas fechou o dia em sétimo com a Williams. Nesta quarta-feira, tanto o sueco, quanto o finlandês darão seus lugares aos brasileiros Felipe Nasr e Felipe Massa, respectivamente.

Andando pela nova equipe Haas, Esteban Gutierrez foi o sexto colocado, uma posição à frente de Pascal Wehrlein, da Manor.

O treino teve bons sinais para a McLaren. Apesar de Fernando Alonso ter fechado na nona colocação, o espanhol superou o número de voltas dadas em toda a pré-temporada do ano passado, quando a equipe sofreu muito com a falta de confiabilidade do motor Honda. Após dois dias de pré-temporada, a equipe completou 203 voltas no total, o mesmo número de todos os 12 dias de testes do ano passado.

Quem enfrentou problemas desta vez foi a Renault. Jolyon Palmer, que também sofreu no primeiro dia com falhas no software, encerrou suas atividades de pista no início da tarde, com problemas no motor. O britânico foi décimo, uma posição à frente de Max Verstappen. Apesar de não ter feito tempos significativos, tendo feito a melhor volta com o composto médio, o holandês foi um dos que ultrapassou as 100 voltas no dia.

A pré-temporada da Fórmula 1 terá apenas oito dias no total, sendo esta a primeira bateria de quatro dias realizada em Barcelona. A segunda será entre 1º e 4 de março, duas semanas antes da abertura do campeonato, dia 20 de março, na Austrália.


Confira os tempos (23.03 – 2º dia de testes):

1. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari-Ferrari) 1:22.810
2. Daniel Ricciardo (Austrália/Red Bull-TAG-Heuer) 1:23.525
3. Sergio Perez (México/Force India-Mercedes) 1:23.650
4. Nico Rosberg (ALE/Mercedes-Mercedes) 1:24.867
5. Marcus Ericsson (Suécia/Sauber-Ferrari 1:25.237*
7. Esteban Gutierrez (México/Haas-Ferrari) 1:25.524
6. Valtteri Bottas (Finlândia/Williams-Mercedes) 1:25.648
8. Pascal Wehrlein (Alemanha/MRT-Mercedes) 1:25.925
9. Fernando Alonso (Espanha/McLaren-Honda) 1:26.082
10. Jolyon Palmer (Grã-Bretanha/Renault-Renault) 1:26.189
11. Max Verstappen (Holanda/Toro Rosso-Ferrari 1:26.539

*a Sauber utiliza o carro de 2015 neste primeiro teste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *