F1: Precisamos de Nelsinho Piquet, diz Briatore

Criticado pela imprensa e pressionado pela alta-cúpula da Renault, Nelsinho Piquet vem recebendo o apoio de boa parte dos diretores de staff da Renault, que acompanham o trabalho nos boxes cotidianamente. Nesta quinta-feira, foi a vez do chefe do time, o italiano Flavio Briatore, garantir a permanência do brasileiro para o restante da temporada.

“Nelsinho definitivamente tem muito talento. Ele é parte de nossa equipe e precisamos dele. Eu não tenho dúvidas sobre isso”, destacou Briatore, concordando com as declarações do chefe de engenharia da equipe francesa, Pat Symonds, que quer ver mais empenho do piloto dentro das pistas no restante da temporada.


“Na Fórmula 1, tudo é uma questão de auto-estima, acreditar em si mesmo. Nelsinho precisa fazer isso, precisa acreditar mais em si e ter a esperança de que acontecerá de novo com ele. Só assim para Nelsinho reencontrar a sua felicidade”, disse Symonds, na última quarta-feira.


Nelsinho, 22 anos, vem tendo uma estréia decepcionante na Fórmula 1, com apenas dois Grandes Prêmios terminados em seis disputados e ainda sem pontuar na temporada. O brasileiro só completou duas etapas do Mundial, em modestas 11ª e 15ª colocações, na Malásia e Turquia, respectivamente.


O fraco desempenho faz a chefia da Renault trabalhar nos bastidores com possíveis substitutos para a vaga de Nelsinho. Segundo o site Autosport, Anthony Davidson e Takuma Sato, pilotos da falida Super Aguri, estariam sendo cogitados para assumir o segundo lugar do time.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *