F1: ‘Preciso de uma estratégia de Júpiter’, diz Barrichello

“Falta muita competitividade ao carro. Com a chance da chuva, a coisa muda totalmente, porém para o seco, temos que ter uma estretágia de Júpiter para conseguir algo”, disse o competidor da equipe Honda à Rádio Jovem Pan.


Com o tempo de 1min13s139, o brasileiro, que ainda não teve uma posição definida pela equipe japonesa, elogiou seu desempenho na primeira etapa de testes, porém citou os pneus como os principais causadores de sua má performance.


“A primeira volta foi uma das melhores que já tive em Interlagos. Por problemas de pneu, não consegui repetir a aderência. Dava para lutar pelo 13º, 14º lugar, não mais que isso”, lamentou o brasileiro.


A pole position deste sábado ficou com Felipe Massa, da Ferrari. Jarno Trulli, da Toyota, larga em segundo e Kimi Raikkonen, companheiro de Massa na escuderia italaiana, inicia a disputa final pelo título em Interlagos na terceira colocação.


Fonte: Terra


Foto: Sérgio Sanderson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *