F1: “Prefiro que ganhe Kimi do que uma Red Bull”, afirma Alonso

A rivalidade entre Ferrari e Red Bull se acirra a cada ano e o espanhol Fernando Alonso deixou claro suas preferências. O piloto do time vermelho não quer ver a escuderia taurina como campeã novamente e torcerá pelo finlandês Kimi Raikkonen se não conseguir ele próprio superar os rivais. O parceiro de Felipe Massa também cutucou a Red Bull ao afirmar que os pilotos da equipe não tiram o melhor do carro.

Para o espanhol, os títulos da Red Bull poderiam ser ganhos com mais facilidade se os pilotos aproveitassem mais o potencial do carro. “A Red Bull ganhou dois de seus títulos na última etapa, mesmo dispondo de um carro que era um segundo mais rápido que o resto. Explorar o máximo do que se tem não é uma das virtudes dele”, provocou em entrevista ao jornal El Pais.

Alonso admite que a Red Bull continua com o carro mais rápido, mas ressalta que há outros fatores que interferem no resultado final da corrida. “O monopólio deles é o mesmo de sempre, porque normalmente terminam em primeiro em segundo em todos os treinos, mas depois sempre lhes acontece algo: algumas vezes é a largada, outras é a falta de confiabilidade e em outras é o pneu que desgasta muito rápido. Neste fim de semana, parecia que eles iam dominar tudo e acabaram terminando em terceiro”, explicou.

O desgaste dos pneus é uma das grandes preocupações para temporada 2013 e pode definir os vencedores, como foi o caso no Grande Prêmio da Austrália. Os compostos da Lotus aguentaram mais e Kimi Raikkonen fez uma parada a menos que os demais, finalizando em primeiro.

“Não pedimos um carro que seja um segundo mais rápido que os demais, e sim um com o qual possamos lutar contra eles. A Lotus assusta, porque é tremendamente competitiva e já havia lutado pelo último título. O monoposto deles desgasta os pneus muito menos que o nosso. De todas as formas, prefiro que ganhe Kimi do que uma Red Bull”, reforçou Alonso.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *