F1: Processada por piloto, Sauber diz que tomará “todas as medidas necessárias”

Diante do processo movido pelo piloto holandês Giedo van der Garde para conseguir uma vaga no GP da Austrália, a Sauber emitiu uma nota afirmando que fará tudo o que for necessário para manter o plano inicial, com o sueco Marcus Ericsson e o brasileiro Felipe Nasr como titulares.

Reserva da equipe suíça em 2014, Van der Garde foi à Justiça australiana para provar que havia um acordo com a Sauber que lhe garantia uma vaga entre os titulares nesta temporada. De acordo com ele, a confirmação foi recebida ainda em junho.

A equipe, contudo, anunciou no fim do ano que teria sua formação composta por Ericsson e Nasr, com Raffaele Marciello como reserva. O holandês acionou a justiça australiana e uma audiência de emergência na Suprema Corte de Vitória está marcada para a próxima segunda-feira, na semana da corrida que abre a temporada 2015.

“Como o julgamento ainda não aconteceu, seria inapropriado comentar em detalhes específicos. Contudo, vamos tomar todas as medidas necessárias para proteger nossa empresa e seus interesses. O ano passado foi difícil para nós, mas entrando em 2015, estamos plenamente focados em colocar as coisas no lugar para garantir que vamos entregar os melhores resultados para os fãs da F-1”, declarou a diretora executiva da equipe, Monisha Kalternborn.

Inicialmente, o holandês acionou a justiça suíça e conseguiu um parecer favorável no Instituito de Arbitragem. A Sauber diz que a decisão não é definitiva. Agora, Van der Garde tenta apelar para os australianos para estar no grid em Melbourne, no dia 15 de março.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *