F1: Raikkonen recusou Fórmula 1 e não o contrário, diz agente

Quando não acertou contrato com a McLaren, teoricamente as esperanças de Kimi Raikkonen de ter “um carro vencedor” à disposição para a temporada 2010 da Fórmula 1 acabaram. Assim, desde então ele decidiu que era mesmo a hora de guiar no Campeonato Mundial de Rali (WRC), ainda que haja tido uma oferta da Mercedes-Benz.

Em 18 de novembro, mesmo dia no qual a McLaren anunciou a contratação de Jenson Button para ser parceiro de Lewis Hamilton, o agente de Raikkonen, Steve Robertson, já garantia que o futuro de seu cliente passaria pelo rali em 2010. Esse cenário seria confirmado em 4 de dezembro, quando o time ”B” da Citroen anunciou o acordo com o piloto.
Nesse meio tempo, uma escuderia realmente tentou mudar os planos do finlandês. “A Mercedes queria ter Kimi”, disse Robertson nesta quinta-feira, insistindo que o ex-ferrarista não foi recusado pela Fórmula 1. “Mas naquele momento ele já tinha decidido ir para o WRC. Ele nunca muda sua cabeça”.
A ideia de correr na outra categoria de forma integral, aliás, já vem amadurecendo na cabeça de Raikkonen há algum tempo, segundo confidenciou Stefano Domenicali, antigo chefe do europeu na Ferrari. “Kimi estava falando sobre isso comigo já há alguns anos. Ele sempre quis competir em alto nível no rali”, afirmou o italiano à revista Autosprint.
Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *