F1: Raikkonen se desculpa e admite fraco desempenho

Atual campeão da Fórmula 1, o finlandês Kimi Raikkonen fez uma corrida para esquecer no GP de Mônaco, neste domingo. O piloto da Ferrari terminou apenas na nona colocação e, além de não pontuar, também atrapalhou a corrida da Force India de Adrian Sutil.

Acusado pela escuderia adversária de acabar com as chances da equipe pontuar na quarta colocação, o finlandês pediu desculpas. Desculpou-se com os adversários e fez um mea culpa sobre a etapa deste domingo, admitindo ter apresentado um desempenho muito fraco na pista monegasca.


‘Eu quase perdi (o controle) do carro, mas infelizmnte eu bati nele (Sutil) e isto foi triste para eles porque não é sempre que eles estão em condições de terminar pontuando. Então, eu sinto muito por ele, mas eu não podia fazer nada. Eu tentei diminuir, mas não houve como desviar ou reduzir e eu também perdi o quinto lugar’, conformou-se.


Raikkonen acertou a traseira do carro do alemão na saída do túnel. O finlandês entrava sozinho na pista quando seu carro saiu do controle. ‘Disse que sentia muito para ele e para sua equipe porque normalmente eles não têm a chance de pontuar em quarto, ainda mais em Mônaco. Assim, foi mais difícil para eles do que para mim. Mas foi um incidente de corrida e não havia como eu escapar. Não havia espaço’.


A Force India não aceitou os pedidos de desculpas de Raikkonen e pediu aos comissários da prova que investigassem o incidente para punir o piloto da Ferrari. Depois de horas de deliberação, contudo, o finlandês foi considerado inocente do ocorrido e não receberá nenhuma punição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *