F1: Raikkonen também ameaça deixar a F-1 em caso de mudanças

Campeão da temporada 2007, Kimi Raikkonen também mostrou descontentamento com a possibilidade de um “teto orçamentário” na Fórmula 1. O finlandês, inclusive, é mais um a ameaçar deixar a categoria caso a proposta seja realmente aplicada.

“Isto não é mais Fórmula 1”, bradou o piloto à BBC – cabe destacar que a declaração foi dada ainda no domingo, portanto, antes de a Ferrari oficializar sua ameaça em deixar a categoria pelo mesmo motivo. “Tenho um contrato para o próximo ano e vou cumpri-lo. Depois, vamos ver como a Fórmula 1 estará. Vou cumprir meu contrato, mas não estou com pressa para saber o que farei depois”, destacou.

O piloto observou ainda que o atual cenário político da Fórmula 1 é de indefinição. “Há uma série de questões em aberto. Ninguém parece saber que tipo de regras teremos”, comentou.

“Não sou o melhor cara para falar sobre isso, mas é preciso haver um teto orçamentário razoável para todos. Seria bom ver todos andando juntos, mas é complicado colocar grandes e pequenos times no mesmo nível e todo mundo ficar feliz”, analisou.

Segundo boatos que circulam na imprensa européia, o emprego de Raikkonen não está ameaçado apenas pela ameaça da Ferrari: sem vencer desde o GP da Espanha do ano passado, o finlandês estaria “queimado” no time e pode ser substituído por Fernando Alonso.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *