F1: RBS admite rever patrocínio à Williams

O Royal Bank of Scotland admitiu que a crise financeira mundial fará com que o patrocínio à equipe Williams seja revisto. O banco tem mais dois anos de contrato com a escuderia, mas o fato de ter perdido 70% de suas reservas em 2008 não passará em branco, já que a empresa teve o maior prejuízo já registrado na História do Reino Unido.

“Reconhecemos a necessidade de garantir que nossos patrocínios reflitam o processo de reestruturação que o banco está passando”, afirmou um porta-voz do RBS ao jornal inglês Daily Telegraph.

Nos últimos dias, Frank Williams admitiu que a escuderia foi salva pelo pacotão anticrise acertado com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Nos últimos meses, o time perdeu o apoio da Petrobras e da Lenovo
 
Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *