F1: Red Bull acata julgamento da FIA, mas lamenta resultado

Após ver o recurso que pedia a reavaliação da desclassificação de Daniel Ricciardo do GP da Austrália descartado, a Red Bull divulgou uma nota afirmando que respeita e aceita a decisão do Tribunal Internacional da FIA, porém deixou clara sua insatisfação com o resultado do julgamento.

“A Red Bull aceita a decisão do Tribunal de Apelação. Estamos naturalmente decepcionados com o resultado e não teríamos apelado se não achássemos que era um caso forte. Nós sempre pensamos que estávamos dentro do Regulamento Técnico durante o GP da Austrália de 2014″, afirmou a escuderia por meio de uma nota oficial.

Na prova que abriu a temporada de 2014, Ricciardo cruzou a linha de chegada em segundo, porém acabou desclassificado e não somou os pontos referentes à colocação porque os comissários interpretaram que seu carro estava excendo o limite de fluxo de combustível.

Afirmando que o bólido corria conforme às exigências estipuladas em regulamento e questionando a decisão dos comissários, a atual tetracampeã mundial já garantiu foco nas próximas corridas para recuperar a pontuação perdida.

“Lamentamos por Daniel, que não receberá os 18 pontos da corrida. Mas vamos continuar trabalhando muito duro para acumular o máximo possível de pontos para a equipe. Vamos seguir em frente e nos concentrar no GP da China deste final de semana”, concluiu a Red Bull.

Desclassificado da primeira prova e sem completar a segunda corrida, Ricciardo é apenas o décimo colocado no Mundial de Pilotos, com 12 pontos. Já Sebatian Vettel, que acumula uma desistência, um terceiro lugar e uma sexta colocação, está em sexto lugar, com 23 pontos.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *