F1: Roma descarta F-1 e volta foco para Olimpíadas de 2020

Prefeito afirma que interesses da cidade precisam ser compatíveis com o do país

O GP de Roma parece ter sido descartado de vez dos planos italianos. Gianni Alemanno, prefeito da cidade, revelou que está empenhado em tentar sediar as Olimpíadas de 2020.

A etapa de Roma parecia estar bem encaminhada e o promotor, Maurizio Flaminni, já tinha até estipulado uma data para a estreia no calendário, dia 25 de agosto de 2013. Porém uma carta de Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1, ao prefeito da cidade explicando que seria inviável ter dois GPs na Itália, jogou um balde de água fria nas pretensões de Roma.

Em entrevista ao jornal italiano “La Repubblica”, Alemanno defendeu as prioridades do país.

– O caminho não está completamente fechado (para a F-1), mas os interesses da nossa cidade têm de ser compatíveis com os nacionais – disse o prefeito, que convoará uma coletiva nos próximos dias para falar sobre o assunto F-1.

Além disso, o político descartou um cooperação entre Roma e Monza:

– Temos mantido um contato com o prefeito de Monaz, com os ministros do norte e todos da região da Lombardia. Tenho que dizer que nunca tivemos um bom diálogo, mesmo quando deixamos claro que se ficasse entre Monza e Roma, recuaríamos.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *