F1: Rubens Barrichello larga em 11º lugar no Grande Prêmio da China

Brasileiro da equipe Williams fica feliz com sua volta em Xangai.

O piloto Rubens Barrichello diz estar feliz com sua 11ª colocação conquistada neste sábado (17) no treino de classificação que definiu o grid de largada. Barrichello fez sua melhor volta com o tempo de 1min35s748 no final da segunda parte do treino classificatório. O seu companheiro de equipe, o alemão Nico Hulkenberg, larga na 16ª colocação.

Para o piloto brasileiro, a volta que lhe deu a 11ª colocação no grid foi motivo de alegria. “A qualificação foi boa para nós. Saímos no último minuto da segunda parte do treino para o Q3. Fizemos o nosso melhor na qualificação para se aproximar do topo. Foi uma grande volta e estou feliz com o que eu fiz nesta tarde”, destacou Rubens Barrichello que vence o GP da China no ano de 2004.

O diretor técnico da Williams, Sam Michael elogiou o trabalho do piloto brasileiro. “Rubens se saiu bem no qualificatório, infelizmente acabou ficando de fora da terceira parte do treino. Tivemos que trocar o motor do carro dele após o treino livre desta manhã, os mecânicos fizeram um bom trabalho em seu carro a tempo de poder disputar o qualificatório”, comentou o engenheiro que está na equipe Williams desde 2001.

Além do motor trocado, Barrichello experimentou as novas asas dianteiras que a Williams preparou para o FW32, mas como houve pouco tempo de testá-las em função de terem ficadas presas no aeroporto chinês, a decisão foi de não correr com esta novidade aerodinâmica. “Testamos a nova asa dianteira com Rubens durante o treino pela manhã, foram coletados alguns dados importantes, mas decidimos não utilizá-la neste final de semana”, concluiu Sam Michael.

O pole-position no circuito de Xangai foi o alemão Sebastian Vettel da equipe Red Bull Racing. O Grande Prêmio da China é neste domingo a partir das 4h00 da manhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *