F1: Schumacher desmente interesse na Honda

Por meio de sua assessora de imprensa, Sabine Kehm, Michael Schumacher negou que possa se envolver na possível compra da estrutura da equipe deixada pela Honda na Fórmula 1. A informação havia sido divulgada nesta segunda-feira pelo site Grand Prix.

“É certo que Ross Brawn e Michael continuam sendo amigos, mas o vínculo de Schumacher com a Honda limita-se ao Campeonato Alemão de Superbikes”, garantiu a porta-voz, referindo-se ao campeonato no qual o heptacampeão mundial disputou algumas corridas em 2008.

De acordo com o boato, Schumacher usaria de seu prestígio para atrair investidores para a Honda, chefiada por Brawn, com quem trabalhou na Ferrari. A montadora japonesa optou por deixar a Fórmula 1 depois de ver seus ganhos caírem drasticamente por conta da crise financeira mundial.
Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *