F1: ‘Schumacher pode se aposentar este ano’, diz Ecclestone

O empresário-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, disse nesta sexta-feira que não se surpreenderia se o piloto alemão Michael Schumacher se aposentasse este ano.

“Não ficaria surpreso”, disse Ecclestone durante a exposição Autosport International. “Ele tem ido muito bem, e provavelmente esteja cansado de dar voltas pelo mundo”, emendou.

Ecclestone, entretanto, disse que não conversou com o heptacampeão mundial e piloto de maior sucesso na história da categoria, com 84 vitórias em 231 provas.

Schumacher, 37 anos, está em seu último ano de contrato com a Ferrari e ainda não decidiu o que fará no futuro, causando enormes especulações sobre o possível final de sua carreira.

Ecclestone, 75 anos, esteve na exposição para realizar uma palestra sobre segurança no automobilismo. Sua apresentação, entretanto, se transformou em uma sessão de perguntas e respostas.

Questionado sobre por que ele gostaria de continuar no controle da Fórmula 1 com as montadoras ameaçando montar sua própria categoria e reclamando maiores participações nos direitos de televisão, o empresário respondeu: “não tenho mais nada a fazer, para ser honesto”.

Ecclestone afirmou não ter idéia de quem poderia ser seu substituto eventual, sugerindo que “um bom negociador de carros usados” seria o candidato ideal.

Ele foi inflexível quanto ao surgimento de uma categoria rival e desmentiu a hipótese de competição tanto com a nova A1 Grand Prix como com a GP Masters, e ainda deu uma nova alfinetada em Silverstone, casa do GP da Grã-Bretanha.

“Se eles não reconstruírem o circuito e colocá-lo em linha com outros circuitos do terceiro mundo, então não haverá Silverstone”, disse ele.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *