F1: Sebastian Vettel domina GP da Inglaterra

O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, venceu neste domingo (21/06), o GP da Inglaterra, em Silvestone, 8ª etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Vettel no ano e terceira na categoria. O australiano Mark Webber completou a dobradinha da equipe austríaca. O brasileiro Rubens Barrichello, da BrawnGP, terminou em 3º.

Com 105 mil pessoas presentes no autódromo, Vettel manteve a liderança na largada, seguido Barrichello, Webber, o japonês Kazuki Nakajima, da Williams (o único a começar a prova com pneus duros), e o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. O italiano Jarno Trulli, da Toyota, largou mal, perdendo quatro posições, assim como o líder da temporada, o inglês Jenson Button, da BrawnGP, que caiu para nono.O alemão Adrian Sutil, da Force-India largou do pit lane, depois de trocar o chassi devido a batida no treino classificatório de sábado.

Com Vettel disparando na frente, às disputas pelas posições intermediarias, entre pilotos que no ano passado disputavam vitórias, movimentaram o começo da corrida. O alemão Nick Heidfeld, da BMW Sauber e o espanhol Fernando Alonso, da Renault (outro que perdeu posições na largada), lutavam pelo 12º posto, com o polonês Robert Kubica, da BMW Sauber e o atual campeão, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, brigando pelo 14º.

Com 12 voltas Vettel já tinha aberto 12 segundos de frente para Barrichello. Piloto mais leva na pista, Nakajima foi o primeiro a entrar nos boxes, na 15ª volta.

Barrichello parou na 18ª volta, voltando em terceiro. Duas voltas depois Webber fez a sua primeira parada, voltando centímetros a frente de Barrichello. Vettel entrou na 21ª volta, deixando o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, por um breve momento na liderança. Três voltas depois Massa foi o último dos lideres a entrar nos boxes, voltando em 6º.

Na 29ª volta Hamilton passou Alonso na curva Copse, para delírio da torcida britânica. Contudo os dois, que juntos somam três títulos mundiais, lutavam pelo 16ª posto!

Com 30 voltas Vettel tinha 19 segundos de frente sobre Webber. Barrichello era 3º, seguido pelo alemão Nico Rosberg, da Williams, Massa, Trulli, Raikkonen e Button. Naquele momento Hamilton já tinha uma volta de desvantagem.

Na 34ª volta o francês Sébastien Bourdais, da Toro Rosso, bateu na traseira do McLaren do finlandês Heikki Kovalainen, enquanto disputavam a 18ª posição. Bourdais teve o bico do carro arrancado, e Kovalainen um pneu furado. Ambos foram para os boxes repararem seus carros, porém abandonaram algumas voltas depois.

Raikkonen foi primeiro dos ponteiros a fazer a segunda parada na 42ª volta. Duas voltas depois Vettel foi para os boxes, deixando Webber na liderança por três voltas, até o australiano parar, sendo seguido por Barrichello. Fazendo uma grande prova, Massa ganhou a quarta posição de Rosberg no retorno a pista.

Faltando cinco voltas para o final, Vettel liderava com 20s de frente para Webber. Barrichello, em terceiro, tinha 43 segundos de atraso. Massa era o 4º, com Rosberg em 5º. Naquele momento Button, na 6ª posição, era o mais rápido da prova, diminuindo rapidamente a diferença para Rosberg e Massa.

Vettel venceu com confortáveis 15 segundos de vantagem para Webber. Barrichello foi o 3º, terminando pela primeira vez no ano a frente de Button. Massa chegou em 4º, 0s8 à frente de Rosberg, que cruzou com 0s3 de vantagem para Button. Trulli e Raikkonen completaram a zona de pontuação.

O brasileiro Nelsinho Piquet, da Renault, terminou em 12º, duas posições a frente do parceiro de equipe Alonso. Em seu calvário Hamilton foi o 16º.

Button tem agora 64 pontos no campeonato. Barrichello, em segundo, soma 41, e começa a ser ameaçado pela dupla da Red Bull, Vettel com 39 e Webber com 35,5.

A próxima etapa, o GP da Alemanha, em Nurburgring, no dia 12 de julho.

Final:

1 – Sebastian Vettel (Red Bull RB5-Renault) – 60 voltas
2 – Mark Webber (Red Bull RB5-Renault) – 15″188
3 – Rubens Barrichello (Brawn BGP001-Mercedes) – 41″175
4 – Felipe Massa (Ferrari F60) – 45″043
5 – Nico Rosberg (Williams FW31-Toyota) – 45″915
6 – Jenson Button (Brawn BGP001-Mercedes) – 46″285
7 – Jarno Trulli (Toyota TF109) – 1’08″3
8 – Kimi Raikkonen (Ferrari F60) – 1’09″6
9 – Timo Glock (Toyota TF109) – 1’09″8
10 – Giancarlo Fisichella (Force India VJM02-Mercedes) – 1’11″5
11 – Kazuki Nakajima (Williams FW31-Toyota) – 1’14″0
12 – Nelson Piquet (Renault R29) – 1 volta
13 – Robert Kubica (BMW F1.09) – 1 volta
14 – Fernando Alonso (Renault R29) – 1 volta
15 – Nick Heidfeld (BMW F1.09) – 1 volta
16 – Lewis Hamilton (McLaren MP4/24-Mercedes) – 1 volta
17 – Adrian Sutil (Force India VJM02-Mercedes) – 1 volta
18 – Sebastien Buemi (Toro Rosso STR4-Ferrari) – 1volta

Volta mais rápida: Sebastian Vettel 1’20″735

Abandonos:
Sebastien Bourdais – 37 voltas
Heikki Kovalainen – 36 voltas
Campeonato:

1.Button 64; 2.Barrichello 41; 3.Vettel 39; 4.Webber 35,5; 5.Trulli 21,5; 6.Massa 16; 7.Rosberg 15,5; 8.Glock 13; 9.Alonso 11; 10.Raikkonen 10; 11.Hamilton 9; 12.Heidfeld 6; 13.Kovalainen 4; 14.Buemi 3; 15.Bourdais, Kubica 2.

Equipes

1.Brawn-Mercedes 105; 2.Red Bull-Renault 74,5; 3.Toyota 34,5; 4.Ferrari 26; 5.Williams-Toyota 15,5; 6.McLaren-Mercedes 13; 7.Renault 11; 8.BMW 8; 9.Toro Rosso-Ferrari 5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *