F1: Sebastian Vettel vence GP de Cingapura

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) venceu neste domingo (22/09) o GP de Cingapura, em Marina Bay, 15ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória de Vettel no ano, e 53ª na categoria.  O monegasco Charles Leclerc completou a dobradinha da Ferrari. O holandês Max Verstappen (Red Bull) fechou o pódio.

Pole-position Leclerc manteve a ponta na largada, seguido pelo britânico Lewis Hamilton (Mercedes), Vettel, Verstappen e o finlandês Valtteri Bottas.

Na 20ª volta Vettel e Verstappen foram os primeiros dos líderes, a pararem nos boxes. Leclerc parou na volta seguinte, voltando atrás de Vettel. Hamilton assumiu a ponta, e adiou a sua parda nos boxes, até a 27ª volta.

O italiano Antonio Giovinazzi (Alfa-Romeo) assumiu a ponta, o primeiro italiano a liderar um GP desde Giancarlo Fisichella no GP da Bélgica (liderou quatro voltas com a Force India). Giovinazzi liderou quatro voltas, entrando nos boxes na 30ª volta.  Com Vettel assumindo a ponta, depois de ótimas ultrapassagens, incluindo uma forçada sobre o francês Pierre Gasly (Toro Rosso), pelo segundo lugar.

Giovinazzi e o australiano Daniel Ricciardo (Renault) se tocaram, com ambos fazendo um pit stop não programado.

Na 35ª volta o francês Romain Grosjean (Haas) e o britânico George Russell (Williams) se tocaram, com Russell acertando o muro com força. O Safety-Car foi acionado pela primeira vez. A prova recomeçou na 41ª volta.

Duas voltas depois o mexicano Sérgio Pérez (Force India) parou na pista, provocando o segundo Safety-Car.

Na 48ª volta a bandeira verde foi acionada, com Vettel mantendo a ponta. Pouco depois o finlandês Kimi Raikkonen (Alfa-Romeo) e o russo Daniil Kvyat (Toro Rosso) se tocaram, com o campeão de 2007 tendo uma suspensão dianteira quebrada. O SC entrou na pista pela terceira vez.

A prova recomeçou faltando dez voltas para o final. Vettel manteve a ponta com tranquilidade, vencendo com 2s641 de vantagem sobre Leclerc. Verstappen foi o terceiro.

Vettel não vencia desde o GP da Bélgica de 2018. O alemão soma agora cinco vitórias em Cingapura (2011,2012, 2013, 2015 e 2019). 

Hamilton terminou em quarto, seguido por Bottas. O tailandês Alexander Albon (Red Bull) foi o sexto, seguido pelo britânico Lando Norris (McLaren), Gasly, Hulkenberg e Giovinazzi.

Hamilton lidera o campeonato com 296 pontos, seguido por Bottas com 231 pontos.

A próxima etapa acontece no dia 29 de setembro, o GP da Rússia, em Sochi.

Final:

1 5 Sebastian VETTEL Ferrari Ferrari 61 voltas
2 16 Charles LECLERC Ferrari Ferrari 61 voltas
3 33 Max VERSTAPPEN Red Bull Honda 61 voltas
4 44 Lewis HAMILTON Mercedes Mercedes 61 voltas
5 77 Valtteri BOTTAS Mercedes Mercedes 61 voltas
6 23 Alexander ALBON Red Bull Honda 61 voltas
7 4 Lando NORRIS McLaren Renault 61 voltas
8 10 Pierre GASLY Toro Rosso Honda 61 voltas
9 27 Nico HULKENBERG Renault Renault 61 voltas
10 99 Antonio GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 61 voltas
11 8 Romain GROSJEAN Haas Ferrari 61 voltas
12 55 Carlos SAINZ McLaren Renault 61 voltas
13 18 Lance STROLL Racing Point BWT Mercedes 61 voltas
14 3 Daniel RICCIARDO Renault Renault 61 voltas
15 26 Daniil KVYAT Toro Rosso Honda 61 voltas
16 88 Robert KUBICA Williams Mercedes 61 voltas
17 20 Kevin MAGNUSSEN Haas Ferrari 61 voltas
ab 7 Kimi RAIKKONEN Alfa Romeo Ferrari 49 voltas
ab 11 Sergio PEREZ Racing Point BWT Mercedes 42 voltas
ab 63 George RUSSELL Williams Mercedes 34 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *