F1: Sebastian Vettel vence na Índia

O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) venceu neste domingo (28/10), o GP da Índia, no Circuito Internacional de Buddh, em Greater Noida, 17ª etapa da temporada. Foi a quarta vitória consecutiva do atual bi-campeão. O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) e o australiano Mark Webber (Red Bull) completaram o pódio.

Pole-position, Vettel manteve a ponta na
largada, seguido de Webber. Na primeira curva, o alemão Michael Schumacher
(Mercedes) e o francês Jean-Eric Vergne (Toro Rosso) se tocaram. Schumacher
teve o pneu traseiro direito furado, e foi para os boxes. Vergne entrou nos
pits, para trocar a asa dianteira.

Precisando ganhar posições, Alonso foi
para cima das McLaren dos ingleses Jenson Button e Lewis Hamilton, conseguindo,
numa manobra ousada, passar os dois no Hairpin. Pouco depois Button recuperou a
posição.

Com a liberação do uso da Asa Traseira Móvel
(DRS), Alonso passou Button na curva quatro, na 5ª volta. Na volta seguinte Hamilton
superou o parceiro de equipe. Com dez voltas disputadas, Vettel já tinha 3s4 de
vantagem sobre Webber.

Na 19ª volta, o mexicano Sergio Pérez (Sauber)
e o australiano Daniel Ricciardo (Toro Rosso) se tocaram, com Pérez tendo um
pneu furado. O mexicano foi para os boxes, trocar o pneu. Duas voltas depois
ele retornou aos pits, levando o carro direto para a garagem.

Com a previsão de apenas uma parada para a
troca de pneus, os pilotos começaram a entrar nos boxes pouco antes da metade
da prova. A maioria alinhou com pneus macios, trocando pelos duros na parada.

Alonso entrou nos pits na 30ª volta, com
Webber parando na seguinte, e retornando com apenas um segundo de vantagem sobre
o espanhol.

O venezuelano Pastor Maldonado (Williams)
furou um pneu, após um toque com o japonês Kamui Kobayashi (Sauber) na 32ª
volta. O toque chegou a ser investigado pelos comissários, que não aplicaram
nenhuma punição.

Na 33ª, Hamilton, que vinha em 2º, fez a sua
parada. O líder Vettel parou uma volta depois, mantendo a ponta na volta à pista.

Com quarenta voltas, Vettel era o primeiro,
com onze segundos de vantagem sobre Webber. O australiano, com problemas no
KERS, era pressionado por Alonso.

Na 45ª volta, o espanhol Pedro de la Rosa (HRT)
ficou sem freios, e rodou, indo direito na barreira de pneus.

Quatro voltas depois, Alonso ultrapassou
Webber, na zona de uso da Asa Traseira Móvel. Rapidamente o espanhol abriu vantagem.

Na 52ª volta, o brasileiro Bruno Senna
(Williams) ultrapassou o alemão Nico Rosberg (Mercedes), e entrou na zona de
pontuação.

Nas voltas finais, o fundo do Red Bull de
Vettel começou a soltar faíscas, com a Ferrari mandando Alonso apertar o ritmo.
 Sem o KERS, Webber passou a ser
pressionado por Hamilton, que com menos de um segundo de diferença, podia usar
o DRS. Na 57ª volta, Schumacher abandonou nos pits.

Vettel conseguiu manter a vantagem até o final,
recebendo a bandeirada com 9s4 de frente. O alemão repetiu a vitória do ano
passado, na inauguração do circuito indiano.

Alonso foi o 2º, com Webber completando o
pódio, apenas 0s7 a frente de Hamilton. Button terminou em 5º. O brasileiro
Felipe Massa (Ferrari) cruzou em 6º, e parou o seu carro logo após, sem combustível.

O finlandês Kimi Raikkonen (Lotus) terminou
em 7º, seguido pelo alemão Nico Hulkenberg (Force India), o francês Romain
Grosjean (Lotus) e Senna.

Button fez a volta mais rápida: 1m28s203,
na volta final.

Vettel lidera o campeonato com 240 pontos,
13 a mais do que Alonso. Raikkonen em 3º soma 173, seguido por Webber com 167 e
Hamilton com 165.

A próxima etapa, o GP de Abu Dhabi,
acontece no dia 04 de novembro.

Final:

1 Sebastian Vettel Red Bull 60 voltas em 1h31m10s7
2 Fernando Alonso Ferrari + 9s4
3 Mark Webber Red Bull + 13s2
4 Lewis Hamilton McLaren + 13s9
5 Jenson Button McLaren + 26s2
6 Felipe Massa Ferrari + 44s6
7 Kimi Räikkönen Lotus + 45s2
8 Nico Hülkenberg Force India + 54s9
9 Romain Grosjean Lotus + 56s1
10 Bruno Senna Williams + 1m14s9
11 Nico Rosberg Mercedes + 1m21s6
12 Paul Di Resta Force India + 1m22s8
13 Daniel Ricciardo Toro Rosso + 1m26s6
14 Kamui Kobayashi Sauber + 1m26s4
15 Jean–Éric Vergne Toro Rosso + 1 volta
16 Pastor Maldonado Williams + 1 volta
17 Vitaly Petrov Caterham + 1 volta
18 Heikki Kovalainen Caterham + 1 volta
19 Charles Pic Marussia + 1 volta
20 Timo Glock Marussia + 2 voltas
21 Narain Karthikeyan HRT + 2 voltas
22 Michael Schumacher Mercedes + 5 voltas

Abandonos:

Pedro de La Rosa HRT + 18 voltas
Sergio Pérez Sauber + 40 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *