F1: Tivemos a chance de ficar entre os três primeiros, lamenta Massa

Vice-campeão na última temporada, Felipe Massa ainda luta para se aproximar dos primeiros colocados do Mundial de 2009. Na manhã deste sábado, o brasileiro da Ferrari viu seu companheiro conquistar a segunda colocação no grid para o Grande Prêmio de Mônaco e terminou na quinta posição.

Ele festejou os sinais de evolução do F-60, mas não deixou de lamentar após sentir a oportunidade de conquistar um lugar mais perto da primeira fila. “Os resultados de hoje confirmam que somos capazes de lutar pelas primeiras posições. Passo a passo, estamos voltando ao lugar onde estávamos acostumados. Mas nós tivemos a chance de ficar entre os três primeiros, não estou satisfeito”, disse.

Felipe Massa atribuiu a quinta colocação no final do treino classificatório às características particulares do circuito monegasco, já que ele enfrentou problemas de tráfico e não conseguiu fazer uma volta com a pista limpa. “Essas coisas podem acontecer em Mônaco”, disse.

O melhor resultado do brasileiro nesta temporada foi a sexta posição conquistada na Espanha. Desta forma, ele também procurou valorizar sua performance em Monte Carlo. “Quinto ainda é um bom lugar para começar a prova. Estou confiante para amanhã. Será uma longa corrida, mas o F-60 é competitivo”, disse.

Logo no começo do treino, o brasileiro perdeu o traçado e tocou no muro. Desta forma, precisou voltar aos boxes para trocar o bico. Ele explicou que, com freios novos, ganhou muita aderência. No momento em que acionou o equipamento para diminuir a velocidade, perdeu a traseira.

Com o tempo de 1min14s902, Jenson Button conquistou a quarta pole da temporada. O finlandês Kimi Raikkonen veio logo em seguida, com a marca de 1min14s927. Apesar de se garantir na primeira, o companheiro de Felipe Massa na escuderia italiana lamentou o resultado final.

“O segundo lugar é uma boa performance, mas estou desapontado de perder a pole por alguns centésimos. Aqui, faz muita diferença começar no primeiro e no segundo lugar”, afirmou Raikkonen. Assim como Massa, ele também apontou a evolução do F-60. “O carro melhorou e isso pode ser visto pelo nível de performance”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *