F1: Todt diz que McLaren foi falsa e corrupta no ano

Diretor esportivo da Ferrari não poupou críticas à equipe rivalÚltimas de Fórmula 1 2007.

Jean Todt, diretor esportivo da Ferrari, afirmou, em entrevista ao jornal espanhol Corriere dello Sport, que a McLaren foi “falsa e corrupta”, em relação ao caso de espionagem envolvendo as duas equipes, na temporada deste ano.


“É terrível manter relações com alguém que por um lado busca amizade e por outro adquire informações secretas”, afirmou Todt.


“A McLaren fez 200 de seus empregados assinarem um documento que confirmava que ignoravam os segredos da Ferrari, algo que, como foi demonstrado depois, era totalmente falso. Portanto, a McLaren corrompeu seu pessoal para obter um documento falso”, completou o francês.


No caso, a McLaren foi punida com a perda de todos os pontos no Mundial de Construtores deste ano, além de sofrer uma multa de US$ 100 milhões.


A Federação Internacional de Automobilismo anunciou oficialmente o fim do caso de espionagem envolvendo as duas equipes. A entidade cancelou a reunião marcada para fevereiro do ano que vem, quando seria avaliado se a escuderia inglesa usou ou não algum dado importante da rival italiana no carro para 2008.



Redação Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *