F1: Trulli está frustrado com os problemas da Lotus

Com problemas no início da temporada, o italiano Jarno Trulli comentou estar chateado com os problemas que a sua equipe, a Lotus, teve até aqui neste início da temporada. Mesmo sabendo que sua vida seria difícil em uma nova escuderia, ele ainda acha que a equipe poderia ter tido um desempenho melhor, mesmo que precise de tempo para se acertar.

“Claro que sei que não é fácil. Mas esperava ao menos poder dirigir. Além disso, após quatro corridas eu não consegui levar a bandeirada final nem mesmo perto das condições ideais”, reclamou, em entrevista à revista Autosport.

Trulli acredita, ainda, estar em uma maré de azar com seu monoposto. “Tudo acontece com o meu carro, e só com o meu carro. Então, no dia de hoje, minhas expectativas não foram atingidas”, lamentou o italiano, de 35 anos de idade.

O recém contratado da Lotus conseguiu completar a prova em 17º lugar por duas ocasiões, nas provas do Bahrein, na abertura da temporada, e na Malásia. Seu companheiro de time, Heikki Kovalainen, foi um pouco melhor, com um 13º, um 14º e um 15º postos. Com isso, ele não escondeu a vontade de superar o desempenho do finlandês, e melhorar o próprio carro.

“No papel, nossa equipe é definitivamente a melhor dentre as estreantes na Formula 1. Nós trabalhamos como um time grande, mas infelizmente estamos desempenhando apenas 10% de nosso potencial até aqui”, analisou. “O que espero é ficar mais perto de meu companheiro de equipe e liderar dentre as equipes pequenas”, ansiou o italiano.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *