F1: Turquia pode perder GP em 2012 por conta das altas taxas cobradas por Ecclestone

O chefe da Câmara de Comércio de Istambul afirmou nesta sexta-feira que o país pode perder sua prova de Fórmula 1 devido ao aumento das taxas pagas pela realização do evento. O representante, contudo, ainda pretende discutir o assunto em reunião com o chefe da categoria, Bernie Ecclestone.

Murat Yalcintas usou seu perfil no Twitter para divulgar a informação que o chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, duplicou a taxa para realização da prova na Turquia. De acordo com Yalcintas, o valor que era de U$13 milhões foi reajustado para US$ 26 milhões.

Os investidores e patrocinadores consideram o valor estabelecido por Ecclestone muito alto e fizeram previsões pessimistas. “Parece que a Fórmula 1 não acontecerá em Istambul no próximo ano”, disse Yalcintas

A postura do chefe da Câmara da Comércio, entretanto, parece não ser definitiva. Um jornal local conversou recentemente com Yalcintas, que teria dito que iria se sentar com Ecclestone durante o próximo GP para discutir este assunto.

O GP da Turquia entrou no calendário da Formula 1 em 2005, mas desde então vem sofrendo com a baixa audiência provocada pelos altos preços dos ingressos praticadas no país e a dificuldade de acesso ao autódromo.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *