F1: USF1 contrata diretor e aumenta chances de competir em 2010

Poucos dias depois que Bernie Ecclestone colocou em dúvida a procedência do projeto da USF1 para ingressar na Fórmula 1, a equipe respondeu à altura e mostrou que deve mesmo competir na categoria, tendo anunciado a contratação do ex-diretor esportivo da Cosworth, Bernard Ferguson.

Até uma semana, estava tudo certo: a USF1, criada oficialmente em fevereiro passado, seria a mais nova integrante da Fórmula 1. Porém, essa certeza deixou de existir a partir das declarações de Ecclestone, que mostrou duvidar que o grid da categoria possa passar a abrigar 14 equipes exatamente por causa do futuro indefinido dos norte-americanos – Campos, Manor, Lotus estão confirmados para a próxima temporada, e a antiga BMW tem tentado garantir presença.

Abafando as especulações criadas pelo chefe comercial da categoria, o time sediado na Carolina do Norte reforçou seu quórum e provou que sua proposta de fortalecer o automobilismo dos Estados Unidos segue em pé. “Estamos satisfeitos por dizer que teremos Bernard Ferguson trabalhando para nós”, revelou o chefe da escuderia, Peter Windsor, à revista londrina Autosport.

Anteriormente, já fora anunciado que a USF1 estreará na Fórmula 1 utilizando motores da Cosworth, parceira da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) que também estará ao lado de Campos, Manor e Lotus, as outras estreantes da categoria. A empresa britânica, aliás, contava exatamente com Ferguson até pouco tempo. “Bernard deixou a companhia, mas ainda tem um ótimo relacionamento com eles. Então achamos que tudo isso nos ajudará e estamos muito felizes”, emendou Windsor.

Principal nome por trás da criação da equipe norte-americana ao lado de Ken Anderson, Windsor já trabalhou em Williams e Ferrari entre o fim da década de 1980 e o início daquela de 1990. À Autosport, ele ainda adiantou que a remodelação da sede na Carolina da Norte já foi concluída e que os trabalhos no desenvolvimento do carro para 2010 já começaram.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *